Arapongas

Conferência destaca importância da agricultura familiar para alimentar o País

Compartilhe no WhatsApp

A força da agricultura familiar e sua importância estratégica na produção de alimentos foi um dos pontos mais enfatizados durante a II Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, realizada na tarde desta quarta-feira (12), em Arapongas. Cristovon Videira Ridol, gerente Norte da Emater, foi um dos que destacaram a importância da agricultura familiar, lembrando que num raio de 100 quilômetros, partindo de Arapongas, vivem dois milhões de habitantes. “São pessoas que fazem três refeições por dia, ou seja, estamos falando de seis milhões de refeições. No Brasil, são 600 milhões de refeições por dia, que muitas vezes não chegam à mesa de todos. E quem produz isso? Principalmente a agricultura familiar”, afirmou Ridol.

A secretária da Segurança Alimentar e Nutricional, Niele Cristina Lima de Melo, também lembrou a importância da agricultura familiar na produção de alimentos e destacou a importância de ações como a conferência para se debater questões como a fome e o desperdício. O vice-prefeito e secretário de Obras, Jair Milani, lembrou que muitas pessoas, quando estão diante de produtos agrícolas nos supermercados ou nas feiras, não têm a menor ideia do custo e do trabalho que isso envolve. “Como filho de agricultor e ligado até hoje à atividade agrícola, acho muito importante uma reflexão sobre o trabalho do homem do campo”, assinalou Milani. Ele também lembrou o fato de hoje a merenda escolar de Arapongas ser basicamente formada com alimentos produzidos através da agricultura familiar.

Valdenir Batista Veloso Neto proferiu palestra sobre o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, destacando os três eixos que norteiam a Conferência: o direito à alimentação, os desafios das políticas públicas e a geografia da fome e o desperdício de alimentos. O evento teve ainda a participação de Vanessa Nunes de Souza, presidente do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional de Arapongas (Consea), do chefe do Escritório Regional da Seab em Apucarana, Antônio Biral Filho, secretários municipais, representantes do Assentamento Dorcelina Folador e de várias outras entidades.

A conferência, no auditório do Ippasa, foi organizada com o objetivo de debater e revisar as políticas públicas que devem garantir o direito humano à alimentação adequada e propor novas diretrizes voltadas à segurança alimentar e nutricional. O objetivo é o de encontrar caminhos possíveis e necessários para que a política nacional de segurança alimentar seja descentralizada e chegue de fato até os municípios de maneira eficaz, atendendo as pessoas que vivem no campo e na cidade.

Molicenter – Ofertas até 29/09

Molicenter – Ofertas – 20/09

Farmácia São Lucas

Instituto Quarks

Rádio Gospel Hits

Moto Culto

Solução Informática e Tecnologia

Zé da Balada

Jornal Edição de Notícias