Paraná em Notícias

Municípios recebem ambulâncias do Samu e 93 câmaras frias para armazenamento de vacinas

Compartilhe no WhatsApp

O Ministério da Saúde (MS) e Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), entregaram nesta segunda-feira (23) 93 câmaras refrigeradas de conservação e armazenamento de vacinas para municípios com menos de 100 mil habitantes e 13 ambulâncias padrão para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para várias regiões do Estado. 

Os investimentos anunciados chegam quase a R$ 4,8 milhões e fazem parte de incentivo financeiro do Ministério da Saúde (MS) para estruturação de unidades de Rede de Frio e renovação da frota de ambulâncias para atender a população.

“Este é mais um momento em que reafirmamos a importância da atuação do Governo do Estado. Por meio da entrega desses freezers será possível o armazenamento correto dos imunizantes garantindo a conservação das vacinas. Além disso, a renovação da frota Samu traz maior segurança e agilidade ao serviço de resgate prestado a toda população”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

O superintendente estadual do Ministério da Saúde no Paraná, Benedito German Crespo Garcia, acompanhou a entrega e falou sobre a importância da parceria entre os governos federal e estadual para melhoria da qualidade na saúde.

“Essa parceria já vem rendendo bons frutos aos municípios paranaenses há quatro anos. Toda essa mobilização em busca da qualificação na saúde pública só é possível pelo excelente trabalho e dedicação por parte do governador Ratinho Junior e toda a sua equipe”, disse.

REDE DE FRIO – A aquisição de novos equipamentos visa a estruturação de unidades de Rede de Frio nos municípios contemplados, distribuídos nas 22 Regionais de Saúde, com o objetivo de fortalecer o Programa de Imunizações do Estado (PNI).

O incentivo atende às exigências da portaria do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Portaria Conass nº 2.855 de 2019). Os contemplados cumprem com os critérios estabelecidos no documento, como o limite máximo de 100 mil habitantes, sala de vacinas não equipada com câmara refrigerada e sistema de informação oficial do Ministério implantado.

O armazenamento dos imunobiológicos deve atender a algumas especificidades, evitando uma eventual perda dos produtos. As vacinas são produtos termolábeis e fotossensíveis, e exigem cuidados especiais, uma vez que são produtos que possuem alta sensibilidade às alterações de temperatura e à luz. As câmaras são específicas para armazenamento e mantêm a temperatura estável entre 2ºC e 8ºC.

AMBULÂNCIAS
Os municípios contemplados foram Adrianópolis, Astorga, Colombo, Ivaiporã, Londrina, Mandaguari, Manoel Ribas, Nova Esperança, Paiçandu, Pinhais, Realeza, São João do Ivaí e São José dos Pinhais. Foto: Ari Dias/AEN

SAMU – Após 18 anos de operação, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) está disponível nos 399 municípios do Paraná desde o final da última gestão. São 292 veículos para atendimento da população, sendo 256 ambulâncias habilitadas pelo Ministério da Saúde e 36 com recursos estaduais. Essa conquista se deu após uma série de investimentos do Governo do Estado nos últimos quatro anos, com quase R$ 300 milhões para seu fortalecimento.

“Quando assumimos o governo, em 2019, o Samu contemplava apenas 68% de cobertura no Estado. Com a determinação do governador Ratinho Junior em regionalizar e fortalecer a saúde, hoje contamos com uma cobertura de 100% nos municípios paranaenses”, acrescentou Beto Preto. Somente em 2022 o Samu fez 583.064 atendimentos; neste ano o número já chega a 34.273.

Para que ocorra a renovação da frota, o Ministério considera o tempo de uso e o funcionamento regularizado do serviço. Toda frota com mais de cinco anos será substituída. Nesta primeira etapa, são 13 veículos padrão Samu com valor unitário de R$ 270 mil, totalizando mais de R$ 3,5 milhões em recursos investidos. Os municípios contemplados foram Adrianópolis, Astorga, Colombo, Ivaiporã, Londrina, Mandaguari, Manoel Ribas, Nova Esperança, Paiçandu, Pinhais, Realeza, São João do Ivaí e São José dos Pinhais.

“Com a renovação da frota é possível fortalecer e qualificar o atendimento de urgência prestado ao cidadão. Este é um serviço de extrema importância e deve ser realizado de forma rápida e eficiente, por esse motivo é muito importante que os veículos estejam sempre em excelente estado de conservação”, explicou a coordenadora-geral de Urgência do Ministério, Heloísa Marins Martins Silva.

O presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), Ivoliciano Leonarchik, lembrou que são equipamentos que precisam de constantes investimentos e renovação. “Tudo isso só foi possível porque houve uma pactuação entre os municípios, Estado e a União”, disse.

Clique AQUI e confira a lista dos municípios contemplados com câmaras refrigeradas.

Agência Estadual de Notícias

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Convite a Venda – Clique

Cuidar da Saúde

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

Vaga de Emprego

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: