Paraná em Notícias

Estado do Paraná e chinesa BYD discutem instalação de uma unidade da multinacional no Paraná

Compartilhe no WhatsApp

A instalação de uma futura unidade da multinacional chinesa BYD no Paraná foi discutida nesta terça-feira (10) em reunião entre o vice-governador Darci Piana e o presidente da empresa, Tyler Li, e demais autoridades. O encontro aconteceu em Curitiba, no Palácio Iguaçu.

O grupo, que já atua no Brasil, pretende instalar uma nova fábrica de veículos elétricos no País. O Paraná é cotado para sediar uma unidade de produção de controladores e motores para esta frota.

Piana destacou que o Estado é um importante centro logístico e conta com bons diferenciais para a instalação de indústrias como a BYD. “Mostramos a potencialidade do nosso Estado, que é um ponto central dentro do Mercosul e está sendo transformado, pelo governo, em um centro logístico para atender toda a América do Sul”, disse.

“A BYD é uma das maiores multinacionais do mundo, que já tem operações no Brasil, inclusive no Paraná, e que agora avalia trazer outros investimentos ao Estado, e toda a estrutura que eles são capazes de produzir”, salientou o vice-governador. “Estamos em diálogo com a empresa e vamos dar continuidade às tratativas para conseguir oficializar sua instalação no Estado”.

O tema já havia sido abordado quando representantes da empresa fizeram uma primeira visita e demonstraram interesse em uma planta em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, onde ficava a indústria Sttelantis, que fabricava motores para a Fiat.

“Conhecemos o Paraná há muito tempo, temos um escritório aqui e temos grandes possibilidades de investir no Estado. Recebemos algumas informações da Sttelantis, vamos apresentá-las para nosso time técnico da China, que vem para cá em fevereiro fazer uma visita na fábrica para avaliar as condições e as possibilidades na unidade produtiva. Em março daremos um feedback”, afirmou o presidente da BYD, Tyler Li.

O secretário estadual da Indústria, Comércio e Serviços, Ricardo Barros, afirmou que há uma boa expectativa por parte do Governo para a atração da multinacional. “Conseguimos mostrar a imagem positiva do nosso Estado com a visita a Campo Largo e a reunião com a cúpula do governo para esclarecer todos os pontos de interesse. O Paraná oferece boas oportunidades de negócios, com vantagens fiscais, logísticas e de qualificação de mão de obra”, disse.

SOBRE A BYD – A empresa chinesa é líder global em quatro grandes indústrias: eletrônica, automobilística, energia limpa e trânsito ferroviário. Conta com mais de 290 mil funcionários espalhados em 30 parques industriais ao redor do mundo. Somente em 2021, a companhia teve faturamento de US$ 35 bilhões, com taxa de crescimento anual de 55%.

O diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin, destacou a abrangência de produtos fabricados pela companhia. “A BYD não é só carros elétricos e painéis fotovoltaicos, mas vai muito além e fabrica uma gama de componentes eletrônicos”, disse. “Para nós, é importante abrir as portas do Paraná para uma indústria desse porte. Queremos transformar o Estado na vitrine da BYD no Brasil e na América Latina”.

O grupo chegou ao Brasil em 2015, quando inaugurou sua primeira fábrica de montagem de ônibus 100% elétricos, em Campinas (SP). Hoje conta com mais uma unidade no mesmo município e outra em Manaus (AM), dedicadas à fabricação de outros produtos.

A empresa também é responsável por dois projetos de SkyRail (monotrilho) no País: em Salvador, com o VLT do Subúrbio, e na cidade de São Paulo, com a Linha 17 – Ouro.

Ela comercializa no Brasil empilhadeiras, vans, caminhões, furgões e automóveis, todos totalmente elétricos e não poluentes.

PRESENÇAS – Também acompanharam a reunião o secretário estadual das Cidades, Eduardo Pimentel; os presidentes da Copel, Daniel Pimentel Slaviero; da Sanepar, Claudio Stabile; e do BRDE, Wilson Bley Lipski; o diretor de Relações Internacionais e Institucionais da Invest Paraná, Giancarlo Rocco; o diretor comercial da BYD, Henrique Antunes; a gerente jurídica da empresa, Gabriela Masseto; o superintendente-geral de Articulação Regional do Estado, Márcio Wosniak; e o prefeito de Campo Largo, Maurício Rivabem.

Agência Estadual de Notícias

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Curso de Massoterapia

Cuidar da Saúde

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

Vaga de Emprego

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: