Paraná em Notícias

Primeiro Ambulatório Médico de Especialidades Universitário do Brasil será no Paraná

Compartilhe no WhatsApp

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), formalizou, nesta quarta-feira (11), um investimento de R$ 15 milhões para a construção do primeiro Ambulatório Médico de Especialidades (AME) Universitário do Brasil. A unidade, que ficará em Ponta Grossa, será vinculada à Universidade Estadual (UEPG), e contribuirá na oferta de atendimento multiprofissional de especialidades na região, além de expandir os atendimentos prestados pelo Hospital Universitário.

“Tenho afirmado constantemente que na saúde não existe missão cumprida, mas missão sendo cumprida. Sob a orientação do governador Ratinho Junior, temos expandido as ofertas de serviços especializados, elevando a qualidade dos atendimentos e garantindo que eles cheguem até a casa das pessoas. Essa é uma obra única em nossa história e representa, mais uma vez, o compromisso do Estado com os paranaenses”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Além de atendimento ambulatorial, o AME irá ofertar consultas médicas, odontológicas e exames de diversas especialidades. Para isso, a unidade contará, em sua estrutura, com uma área total de 2.964,63 m². O AME contará com 19 consultórios e cinco salas de exames, além de uma sala de fisioterapia e outras 15 salas de aula para atividades de formação em conluio com a universidade. Ao todo, a unidade poderá ofertar até 13 mil atendimentos ao mês.

A prefeita Elizabeth Schmidt comemorou a conquista. “Sem dúvidas nosso município não poderia começar o ano com um presente melhor. Essa unidade não é destaque somente no Paraná, mas é também única em todo o território nacional. Agradeço profundamente o apoio do Governo do Estado, que tem apoiado Ponta Grossa imensamente. Um dia histórico não somente para nosso município, mas para toda a região dos Campos Gerais”, destacou.

O reitor da UEPG, Miguel Sanches Neto, ressaltou não somente os benefícios que o ambulatório traz aos pacientes, mas também a elevação na qualidade da formação de novos profissionais.

“O AME Universitário apresenta um conceito de formar pessoas durante o atendimento. Isto é, ao mesmo tempo em que garante a assistência especializada aos pacientes, incentiva que profissionais em formação tenham contato com todos os processos do ambulatório, fortalecendo a qualidade dos atendimentos também em longo prazo. Assim como a Secretaria de Estado da Saúde, a universidade tem uma grande vocação para cuidar das pessoas, e o ambulatório será uma valiosa ferramenta para isso”, completou.

“Um hospital se faz com estrutura adequada e atendimento humano. Este projeto que agora ganha corpo concilia essas duas qualidades. Não tenho dúvidas de que será um reforço inestimável para toda Ponta Grossa e região”, afirmou o secretário de Inovação, Modernização e Transformação Digital do Estado, Marcelo Rangel.

AMES – O Paraná está construindo outros dez desses ambulatórios, em várias regiões, com capacidade para mais de 32 mil consultas por mês. Serão contemplados os municípios de Campo Mourão (Centro-Oeste), Cianorte (Noroeste), Cornélio Procópio (Norte), Irati (Centro-Sul), Ivaiporã (Norte, Vale do Ivaí), Jacarezinho (Norte Pioneiro), Paranaguá (Litoral), Paranavaí (Noroeste), São José dos Pinhais (RMC) e União da Vitória (Sul).

PRESENÇAS – O evento contou com a presença do deputado federal, Sandro Alex; do vice-reitor da UEPG, Ivo Mottin Demiate; da secretária municipal de saúde de Ponta Grossa, Juliane Dorosxi; além de lideranças locais.

BOM JESUS – Ainda em Ponta Grossa, o secretário de Estado da Saúde assinou, em visita ao Hospital Bom Jesus, um repasse de R$ 985 mil para aquisição de equipamentos hospitalares destinados aos  usuários do Sistema Único de Saúde.

Agência Estadual de Notícias

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Curso de Massoterapia

Cuidar da Saúde

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

Vaga de Emprego

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: