Notícias Geral

Como vai funcionar o primeiro pedágio sem cancela do Brasil?

Compartilhe no WhatsApp

No fim do último ano, a administradora de estradas CCR RioSP anunciou a implantação da primeira versão de pedágio sem cancela nas rodovias brasileiras, o sistema Free Flow. As primeiras instalações do novo sistema estão em andamento na rodovia Rio-Santos (BR-101).

As estruturas estão sendo instaladas em diferentes regiões do Rio de Janeiro, em Itaguaí, no km 414, em Mangaratiba, no km 447, e em Paraty, no km 538.  A CCR já começou a realizar trabalhos de terraplanagem, fundação e construção da sala técnica nas regiões.

A instalação começou no fim de 2022, mas deve terminar até o fim de março de 2023, quando o sistema começará a cobrar os motoristas. Até o momento, não foi revelada a tarifa que será cobrada.

“A Rio-Santos será a primeira rodovia do Brasil a contar com esse inovador método de cobrança eletrônica de tarifas. A partir da experiência acumulada neste trecho, será possível expandir esse tipo de tecnologia para as demais rodovias e concessionárias”, disse o presidente da CCR Rodovias, Eduardo Camargo.

Segundo a CCR, o objetivo é trazer mais conforto, fluidez de tráfego e economia de combustível.Segundo a CCR, o objetivo é trazer mais conforto, fluidez de tráfego e economia de combustível.Fonte:  CCR Rodovias 

Como funciona o pedágio sem cancela?

O objetivo do sistema Free Flow é substituir as cancelas convencionais de pedágios para permitir que os motoristas façam viagens sem parar ou diminuir a velocidade em locais de cobrança. As novas estruturas serão preparadas com um sistema de cobrança eletrônico, que identifica e classifica o tipo de veículo para efetuar a cobrança.

Os motoristas podem usar duas opções de pagamento para usar o sistema Free Flow: por meio de uma TAG previamente instalada no para-brisa; ou pela leitura da placa de veículos — a TAG é um adesivo de pagamento digital, como o Sem Parar, comumente usado para pagar serviços como pedágio e estacionamentos. Para aqueles que escolherem a TAG, a cobrança chegará via fatura mensal e a opção pode oferecer até 70% de desconto para os usuários mais frequentes.

O adesivo eletrônico também oferece 5% de desconto no pagamento do pedágio. Quem não instalar a TAG no para-brisa, poderá fazer o pagamento por PIX, chatbot via WhatsApp, app ou portal web da concessionária. A companhia planeja realizar uma campanha educativa para mostrar como o novo sistema funciona.

“Há um importante aprimoramento na experiência do usuário, que passará a ser muito mais agradável, muito mais rápida e menos poluente”, comentou a gerente de regulação rodoviária da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Fernando Berbelli Feitosa.

Informações: TecMundo

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Convite a Venda – Clique

Cuidar da Saúde

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

Vaga de Emprego

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: