Início » Ataque em escola: Prefeito decreta luto e cancela eventos de Dia das Crianças
Notícias Geral

Ataque em escola: Prefeito decreta luto e cancela eventos de Dia das Crianças

Compartilhe no WhatsApp

A prefeitura de Poços de Caldas (MG) decretou luto oficial de três dias e cancelou eventos de Dia das Crianças após o ataque em uma escola que deixou um adolescente morto e outros três feridos.

 O cancelamento vale para uma festa que aconteceria no Parque Municipal com a presença da banda de axé Ara Ketu. O anúncio foi feito pelo prefeito Sérgio Azevedo (PSDB) pelas redes sociais.

 Segundo o prefeito, o ataque foi um “caso isolado” e não deve causar medo em outras unidades de ensino da cidade. “Apesar de ser um fato que entendemos ser isolado, nossas forças de segurança estão atentas a qualquer acontecimento”, afirmou.

 Azevedo também lamentou o caso e demonstrou solidariedade às famílias e à comunidade escolar. “Fomos surpreendidos por essa terrível notícia. (…) Queria trazer nossa solidariedade à família das vítimas, à todas as famílias da escola, professores, alunos, é uma escola muito querida nossa”, disse.

Um adolescente morreu e dois estão em estado grave. Duas vítimas de 13 anos passaram por procedimento cirúrgico torácico e cardíaco, e se encontram ainda em estado grave, sob cuidados da UTI, segundo informou a Santa Casa. Um outro aluno, de 17 anos, não precisou de cirurgia e está estável, sendo monitorado no setor de Urgência/Emergência do hospital.

 O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), classificou como “inaceitável” o ataque e ainda defendeu a redução da maioridade penal, que hoje é de 18 anos.

 “É inaceitável qualquer atentado contra a vida de nossas crianças. Temos que combater o bullying nas escolas, mas o Congresso tem que ter coragem para discutir a redução da maioridade penal, pra acabar com eventos como esse de Poços de Caldas. Minha solidariedade às vítimas”, disse Romeu Zema, governador de Minas Gerais.

O caso
Ex-aluno de 14 anos esfaqueou quatro adolescentes. Segundo o tenente-coronel Flávio Santiago, chefe do centro de jornalismo da Polícia Militar, o ataque aconteceu por volta das 16h30 durante a saída dos estudantes da Escola Profissional Dom Bosco, uma instituição tradicional de Poços de Caldas, no sul de Minas.

 Suspeito tentou entrar na escola, mas foi impedido por adultos. A PM foi acionada e apreendeu o adolescente, que foi levado à delegacia. A Polícia Civil investiga as motivações do ataque.

Pelas redes sociais, a instituição informou que as aulas desta quarta-feira (11) foram suspensas.

Informações: por Folhapress – EM Estado de Minas

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Clique para ampliar

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

André Quiroga

Clique para ouvir

Noite de Queijos e Vinhos

Jornal Edição de Notícias

Resumo de Notícias Mensal

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: