Arapongas

Arapongas participa do 1º Encontro das Patrulhas Maria da Penha do Paraná

Compartilhe no WhatsApp

Na última segunda-feira, 28, a Guarda Municipal de Arapongas – por meio da Patrulha Maria da Penha, participou do 1º Encontro das Patrulhas Maria da Penha do Paraná, sediado no município de Araucária, região metropolitana de Curitiba. O evento foi realizado de maneira presencial, respeitando todos os protocolos sanitários devido à pandemia da Covid-19, e também de forma on-line, e contou com a presença de membros do Judiciário, equipes de psicólogos do Centro de Referência do Atendimento à Mulher (CRAM) de Araucária, e representantes das Patrulhas Maria da Penha de 11 cidades. Representando o município de Arapongas esteve presente a coordenadora, GM Denice Amorim. “ Fizemos o uso da palavra, e trocamos informações e experiências dos serviços que prestamos diariamente no combate à violência contra mulheres. Uma forma bacana de conhecermos mais a realidade de cada município e de cada patrulha, visando o aprimoramento de novos métodos de trabalho, que se encaixem na peculiaridade de cada município”, frisou. Durante o evento foram apresentadas metodologias, que buscam cada vez mais a segurança e bem-estar das vítimas. Como por exemplo, em Foz do Iguaçu, que realiza o acompanhamento das tornozeleiras eletrônicas dos agressores via celular.

App “GM 153” conta com aba específica de acionamento para as mulheres vítimas de agressão

Desde abril, o aplicativo “GM 153 Arapongas” – para celulares android, integrado no Sistema de Ocorrência da Guarda Municipal de Arapongas (SISCCO), passou a contar com um atalho destinado ao “ Sistema para Monitoramento e respostas imediatas para as mulheres com Medida Protetiva”, ou seja, destinado às mulheres que sofrerem algum tipo de agressão. O novo recurso vem em substituição do chamado “ Botão do Pânico” – dispositivo de segurança preventiva utilizado pelas mulheres vítimas de violência doméstica ou familiar, detentoras de medida protetiva de urgência, após decisão judicial.

COMO FUNCIONA?

No app “GM 153 Arapongas”, na parte “Medida Protetiva” a vítima vai encontrar as seguintes opções:

– URGÊNCIA CLIQUE AQUI: Assim que acionado pela vítima, dispara um alerta sonoro no Sistema da Guarda Municipal (SISCCO), mostrando a localização e todos os dados da vítima (que foram previamente cadastrados junto à Delegacia da Mulher e Patrulha Maria da Penha).

– FALE COM A GMA: Direciona para a realização de uma ligação do 153 – Telefone de Emergência da Guarda Municipal.

– TELEFONES ÚTEIS: Direciona para os telefones úteis da GMA.

– MEDIDA PROTETIVA: Direciona para fazer o download (em arquivo PDF) da Medida Protetiva da Vítima.

CADASTRO PARA UTILIZAR O APP

Para a utilização dentro do aplicativo, as vítimas precisam ter o registro da chamada Medida Protetiva. Para a funcionalidade dentro do app, as mulheres vítimas de agressão devem ter a Medida Protetiva. As que não têm medida protetiva devem registrar a denúncia – junto à delegacia da Mulher e fazer solicitação da mesma.

Com a medida protetiva, a vítima entra em contato com Delegacia da Mulher para a formalização cadastral para o uso do app (que contará com dados pessoais da vítima e informações do agressor). Instala o app “ GM 153 Arapongas”, e com isso, já está apta para a utilização. Na própria Delegacia da Mulher, a vítima terá todo o auxílio e explicações sobre o dispositivo dentro do app. “ Temos até o momento 19 vítimas devidamente cadastradas, e que podem utilizar o disposto pelo celular a qualquer momento”.

COMO BAIXAR?

Para obter o aplicativo “GM 153 Arapongas” nos celulares Android, é necessário acessar a Play Store. Em seguida, no campo de pesquisa digite: GM 153 Arapongas. Aí é só instalar o app para o uso.

INFORMAÇÕES

Delegacia da Mulher – 3278-2209. GMA – 153 ou 0800-6459 – 060

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Clique na Imagem p/Ampliar

Aravel

JR Martelinho de Ouro

Atom Academia

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: