Arapongas Prof. Cláudio Silva

A vida em tempos de isolamento I

Compartilhe no WhatsApp

Desafios e resiliência
                                                                          *Por Cláudio Silva
“ O homem que remove uma montanha começa carregando pequenas pedras”    ( Prov. Chinês)
Estamos vivendo pela primeira vez a experiência de tocar a vida em meio à uma pandemia. Um novo cenário que trouxe incertezas, desafios e exigências. Quase que diariamente nos deparamos com novas medidas que precisam ser implementadas para vivermos este tempo diferente e atípico, para o qual ninguém foi preparado, aliás, todos fomos literalmente pegos de surpresa.  A sensação, por vezes, é de estarmos reparando um carro em meio à viagem, e com o mesmo em movimento. 

Empresas, empregos, atividades liberais, foram brutalmente atingidos e muitas pessoas ficaram de uma hora para a outra privadas de suas fontes de sobrevivência. Outros estão sendo obrigados a adaptar-se em tempo recorde a novas formas de trabalhar, para poder continuar tendo esperança de seguir em suas atividades. Há outras questões que também nos atingem com igual intensidade como situações de estresse na convivência em isolamento social; choques de temperamentos, pressões, tensões, cobranças, gerando desacertos, atritos e decisões impensadas e precipitadas movidas pelo calor do momento, e que trarão consequências e arrependimentos.

Uma outra questão muito importante, é o dilema face aos estudos dos filhos pequenos ou adolescentes, que não devem ser interrompidos, sob pena de graves consequências no seu desenvolvimento. A sabedoria recomenda que em tempos de crise a educação não deve deixar de ser prioridade, já mirando o futuro daqueles que hoje dependem de nós. E nestes tempos de isolamento, os filhos de certa forma estão dependendo e muito da intermediação dos pais ou responsáveis, para que horários de estudos e tarefas escolares sejam cumpridos, e as ações educacionais atinjam os objetivos de aprendizagem. “Ser sábio é melhor do que ser forte; o conhecimento é mais importante do que a força” ( Prov. 24,5)

São apenas alguns dos desafios com os quais nos defrontamos neste momento, e que exigem muito equilíbrio e resiliência para enfrenta-los. Esta, aliás, uma atitude humana fundamental nestes tempos. Resiliência, na definição de Ruegg é a capacidade de manter resistência e perseverança em meio às dificuldades.

Pense nisso!
(continua)

*Cláudio Silva é mestre em Educação, ex- Secretário de Educação de Apucarana-PR e ex- presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação-UNDIME/PR. Diretor da Escola Nossa Senhora da Alegria.    (mais textos do professor poderão ser acessados no site www.profclaudiosilvaeducacional.com )
 

Molicenter – Ofertas até 19/07

Três obras para mudar parte do centro de Arapongas

Contato – (43)99916-6212 – Simone

Honpar

Atom Academia

Restaurante Facchiano

Famintu’s Pet

Boca no Trombone Arapongas

Rádio Gospel Hits

Canal André Silva

Jornal Edição de Notícias