Início » Sucesso marca o VIII Encontro Municipal Pró-saúde da população negra em Arapongas
Arapongas

Sucesso marca o VIII Encontro Municipal Pró-saúde da população negra em Arapongas

Compartilhe no WhatsApp

Arapongas recebeu no último dia 29, o VIII Encontro Municipal Pró-saúde da população negra – Vida Longa com saúde e sem racismo. Neste ano, de maneira antecipada, o tradicional evento trouxe à tona importantes questões e demandas sobre pautas voltadas à saúde pública da população negra, já em alusão ao mês da Consciência Negra; celebrado em novembro.

Promovido pelas entidades Ilé Àse Ti Tóbi Ìyá Àfin Òsùn Alákétu e AIABA – Associação Interdisciplinar Afro-Brasileira e Africana, o evento reuniu diversos profissionais e especialistas, com debates pautados em saúde e representatividade da população negra.

O evento também fez alusão ao dia 27 de setembro – Dia Nacional de Luta pelos Direitos das Pessoas com Doenças Falciformes” e “ Dia Nacional da Mobilização Nacional Pró-Saúde da População Negra, Vida Longa com Saúde e sem Racismo.

Mediado pela anfitriã e organizadora, Dra.h.c. Ìyálòrísá Joilda Pereira de Jesus (Mãe Joilda), o encontro foi novamente um grande sucesso.

“Todos os anos temos como proposta ampliar discussões importantes que agregam muito para a saúde e bem-estar da população negra da nossa cidade. Um marco para a representatividade, através de políticas públicas, com o envolvimento de diversas esferas, órgãos e entidades. Agradeço e empenho e a dedicação de todos que contribuíram direta e indiretamente”, falou a  Dra.h.c. Ìyálòrísá Joilda Pereira de Jesus.

O secretário municipal de Saúde, Moacir Paludetto Jr, também esteve presente e fez suas considerações. “Queremos seguir avançando, indo ao encontro das reais necessidades da população. Com um olhar atento em todas as questões que envolvam a saúde. Neste caso, com abordagens amplas e diretas na saúde da população negra”, salientou.

O evento aconteceu de forma híbrida, com transmissão online pelo canal do Youtube: https://youtube.com/live/uk8AfO-LjY4?feature=share

Confira como foi a programação completa e seus participantes:

HORÁRIO          PROGRAMAÇÃO – DIA 29/10/2023 – DOMINGO  – PALESTRANTE
07h00 Acolhimento 

   Credenciamento

Observação:

No credenciamento será disponibilizado para os participantes presencias pasta contendo: caneta, bloco de rascunho, diversos materiais informativos sobre saúde com temas que serão abordados no evento, Folder da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra(PNSIPN), Folder da Mobilização Saúde da População Negra, Folder Doença Falciforme, preservativos feminino, autotest hiv, absorvente, preservativos masculino dentre outros materiais, água mineral para hidratação dentre outros.

Ilé Àse Ti Tóbi Ìyá Àfin Òsùn Alákétu

Espaço Artístico e Cultural de Religião Tradicional de Matriz Africana – Ninhos Culturais de Arapongas – Paraná

AIABA – Associação Interdisciplinar Afro-Brasileira e Africana

07h00 às 07h30 Café da Manhã Será Disponibilizado no Local do Evento
07h20 às 08h00 Abertura Oficial

e

Boas Vindas

Apresentação Cultural

Ìyálòrísá Joilda Ti ???un 

 Joilda Pereira de Jesus

Mulher, Preta,

 Filha de Dona Hilda Lima Pereira  (Im Memoriam), Nordestina, Indicadora Cultural, Esposa, Mãe, Nora, Avó, Adepta e Iniciada na Religião Tradicional de Matriz Africana  Candomblé Nação Ketu,  ?m? Òrì?à ???un

Sacerdotisa Ìyálòrísá

Doutora Honoris Causa

Presidente

Mestre no Saber e Fazer

Anfitriã e Mediadora

Ilé Àse Ti Tóbi Ìyá Àfin Òsùn Alákétu

 Terreiro de Candomblé de Nação Ketu

  Espaço Artístico e Cultural de Religião Tradicional de Matriz Africana – Com Reconhecimento –  “Prêmio” Ninhos Culturais de Arapongas – Edital de Chamamento Público Nº 001/2020  – PREMIOS: TRAJETÓRIA E NINHOS CULTURAIS DE ARAPONGAS –  Lei Federal 14.017/2020 ( Lei Aldir Blanc) no Município de Arapongas – Paraná –  

 Sacerdotisa  Ìyálòrísá responsável,  Presidente

AIABA – Associação Interdisciplinar Afro-Brasileira e Africana Presidente

Indicadores Culturais. Ponto de Cultura Tradicional  e Cultura Popular no Brasil e outros Países. Cultura Tradicional de Matrizes Africana e Afro-Brasileira. Espaço de Acolhimentos Humanizados e Promoção de Saúde nas Tradições de Povos e Comunidades Tradicionais e Ancestrais de Matriz Africana e Afro-Brasileira. Educação. Formação. Defesa de Direitos e Garantias. Elaboração e Gestão de Projetos. Articulação Política. Envolvimento Comunitário. Atuação no Controle Social em Espaços de Conselhos e Conferências. Idealizadores, Promotores e Realizadores do Projeto Saúde da População Negra no Munícipio de Arapongas Paraná. Filiada da  Rede de Mulheres Negras do Paraná – Representando a Instituição Religiosa Tradicional de Religião de Matriz Africana o Ilé Àse Ti Tóbi Ìyá Àfin Òsùn Alákétu. Filiada  da Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde- RENAFRO – Representando a Instituição Religiosa Tradicional de Religião de Matriz Africana o Ilé Àse Ti Tóbi Ìyá Àfin Òsùn Alákétu.

Coordenadora Renafro Núcleo Arapongas – Paraná. Doutora Honoris Causa Outorgado pela Faculdade Febraica do Brasil e a Ordem dos Capelães do Brasil.  Certificação do II Curso de Formação em Heteroidentificação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Ceará (IFCE).  Membro do Fórum Paranaense de Religiões de Matriz  Africana (FPRMA)

Membro do Grupo Mulheres de Axé do Paraná.  Membro do Grupo de  Mulheres de Axé do Brasil.  Atuante na luta contra o Racismo Religioso Estrutural e Institucional  Pelos Direitos dos Povos Tradicionais de Terreiros. Prêmio “TRAJETÓRIA” – Categoria “Mestre do Saber e do Fazer” –  Edital de  Chamamento Público Nº 001/2020  – PREMIOS: TRAJETÓRIA E NINHOS CULTURAIS DE ARAPONGAS –  Lei Federal 14.017/2020 ( Lei Aldir Blanc) no Município de Arapongas – Paraná Liderança de Movimentos Feministas. Liderança de Movimentos Negro. Ativista e Defensora dos  Direitos Humanos e Direitos Sociais pela Garantia de Direitos

Conselheira Titular de Saúde no segmento de Usuário no Conselho Municipal de Saúde de Arapongas/PR – Representando a Instituição Religiosa Tradicional de Religião de Matriz Africana o Ilé Àse Ti Tóbi Ìyá Àfin Òsùn Alákétu

Membro da Comissão de Ética (COMETI) do CMS de Arapongas/Pr – Representando a Instituição Religiosa Tradicional de Religião de Matriz Africana o  Ilé Àse Ti Tóbi Ìyá Àfin Òsùn Alákétu.  Membro Suplente  da Comissão Intersetorial de Promoção, Proteção e Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (CIPPPICS) no Conselho Nacional de Saúde (CNS) no Segmento Usuário  Representando a Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde (RENAFRO). Membro do GT “Povos Originários e Comunidades Tradicionais Quilombolas, de Terreiros de Matrizes Africanas” do Ministério Público do Trabalho (MPT) – GT TERREIROS – Grupo de Estudo GE 5 – Educação – Eixo 5 – Infância e Juventude. Sistema de Garantia de Direitos Nacional e Internacional – Projeto Àwúre de âmbito Nacional e MPT e  Organização Internacional do Trabalho (OIT) e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) . Membro da Comissão de Organização da II Conferência Municipal de Cultura – Representante da Sociedade Civil no Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC) de Arapongas/Pr

Indicadora Cultural no Brasil e outros Países; Palestrante no Combate ao Racismo Religioso com Ênfase nas Religiões de Matriz Africana e Afro Brasileira, Religiões de Matriz Africana com Ênfase no Candomblé; Saúde da População Negra; Curso de Culinária Africana e Afro-Brasileira

Escola de Capoeira Porto do Cais

Mestre Boi

Apresentação de Maculelê

08h00 às  09h00 Mesa com Autoridades Marcos Vinícius Oliveira da Costa

Diretor da 16ª Regional de Saúde de Apucarana – Paraná

Secretaria de Saúde do Estado do Paraná/SESA/PR

Formado em Direito, com especialização em Direito e Processo do Trabalho pela Universidade Anhanguera- UNIDERP, e especialização em Gestão Pública pela Universidade Estadual do Centro-Oeste/UNICENTRO;

Servidor público a mais de 30 anos; Foi membro do Conselho Municipal de Saúde de Apucarana; Foi chefe da Seção de Vigilância Sanitária, Ambiental e Saúde do Trabalhador/16RSA; Foi Chefe da Divisão de Vigilância em Saúde/16RSA; Foi Chefe da Seção de Recursos Humanos da 16RSA; Foi membro da Comissão de Licitação da 16RSA.

Obs: Edinalva de Moura representou o diretor da 16ª

Sérgio Onofre da Silva

Prefeito

Prefeitura Municipal de Arapongas –  Paraná

Obs: Secretário Saúde Moacir representou o Prefeto

Moacir Paludetto Júnior

Secretário Municipal de Saúde

Secretaria Municipal de Saúde de Arapongas

Paraná

Terezinha Zin Canassa

Secretária Municipal de Assistência Social

Secretaria Municipal de Assistência Social – SEMAS  Arapongas – Paraná

Ficou sem representação na mesa

Demais Autoridades na Mesa Representando Controle Social Presentes no Local do Referido Evento

ÌYÁLÒRÍSÁ – MÃE OMIN

 Ylê Axé Ópó Omim I

Iyalorisá e Iyalodê, Mãe Omin é a matriarca fundadora do Ylê Axé Ópó Omim I, Comunidade Tradicional de Matriz Africana presente em Londrina deste 1988. Ao longo de sua trajetória religiosa e ancestral dentro do Candomblé, Mãe Omin teve ao seu redor importantes líderes, zeladores e autoridades religiosas que contribuíram para o fortalecimento de suas raízes, dos saberes e dos cultos praticados em sua Comunidade. Deste modo, liderando o regimento da ordem tradicional, hierárquica, social, acolhedora e humanitária que uma Casa de Axé precisa ter para se fortalecer e perpetuar sua presença no mundo. Engajada na luta pela igualdade social, Mãe Omin aproximou seu Ylê à vida pública e política da cidade, passando a integrar redes e conselhos ligados às áreas da saúde, educação e cultura. Tal engajamento lhe rendeu menções honrosas, como a Comenda INESUL, o Título de Honra ao Mérito por sua trajetória em prol da Saúde da População Negra, o Título de Utilidade Pública concedido pela Câmara Municipal de Londrina à Entidade religiosa, bem como o título de Doutora Honoris Causa concedido pela Faculdade de Formação Brasileira e Internacional de Capelania e Ordem dos Capelães do Brasil (OCB). Mãe Omin integra a Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde – RENAFRO (Coordenação do Núcleo Londrina), o grupo Mulheres de Axé, Mulheres de Axé do Brasil e a Rede de Mulheres Negras do Paraná

MESA DE DEBATES –  01

Propostas

09h00 às 10h00

MESA DE DEBATES –  02

Propostas

10h00 às 11h30

Tema:

 Doença Falciforme

“Os Desafios da Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doença Falciforme e os Viventes”

Povos e Comunidades Tradicionais de Religiões de Matriz Africana e Afro-Brasileira, Espaços Sagrados dos Terreiros, Promoção e cuidados de saúde e o SUS,  e os Impactos dos Racismos

 SIMONE BRUNA DE OLIVEIRA FERREIRA

Associação de Pessoas com Doença Falciforme do Estado do Paraná – AFALP

 37 anos Pessoa com Doença Falciforme, Geógrafa, criadora de conteúdo digital – Canal Simone Bruna no Youtube,

 ativista social

DRA. FLÁVIA MANTINE

Hematologista e Hemoterapeuta

Médica Hematologista do Centro de Especialidades Jaime de Lima – Credenciada pela Secretaria Municipal de Saúde de Arapongas – Paraná (Não Compareceu/remoto, ficou sem representação)

Médica Docente da Residência de Clínica Médica e Titular do Ambulatório de Onco Hematologia do HONPAR – Hospital Norte Paranaense – Associação Norte Paranaense de Combate ao Câncer

Faz parte do Corpo Clínico do Hospital da Providência, possui graduação em Medicina pela Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE (2013) .Realizou residência em clínica médica na Irmandade Santa de Londrina (2016). Concluiu residência na área de Hematologia e Hemoterapia no Hospital Universitário de Santa Maria – HUSM (2020) 

ÌYÁLÒRÍSÁ – MÃE OMIN

 Ylê Axé Ópó Omim I

Iyalorisá e Iyalodê, Mãe Omin é a matriarca fundadora do Ylê Axé Ópó Omim I, Comunidade Tradicional de Matriz Africana presente em Londrina deste 1988. Ao longo de sua trajetória religiosa e ancestral dentro do Candomblé, Mãe Omin teve ao seu redor importantes líderes, zeladores e autoridades religiosas que contribuíram para o fortalecimento de suas raízes, dos saberes e dos cultos praticados em sua Comunidade. Deste modo, liderando o regimento da ordem tradicional, hierárquica, social, acolhedora e humanitária que uma Casa de Axé precisa ter para se fortalecer e perpetuar sua presença no mundo. Engajada na luta pela igualdade social, Mãe Omin aproximou seu Ylê à vida pública e política da cidade, passando a integrar redes e conselhos ligados às áreas da saúde, educação e cultura. Tal engajamento lhe rendeu menções honrosas, como a Comenda INESUL, o Título de Honra ao Mérito por sua trajetória em prol da Saúde da População Negra, o Título de Utilidade Pública concedido pela Câmara Municipal de Londrina à Entidade religiosa, bem como o título de Doutora Honoris Causa concedido pela Faculdade de Formação Brasileira e Internacional de Capelania e Ordem dos Capelães do Brasil (OCB). Mãe Omin integra a Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde – RENAFRO (Coordenação do Núcleo Londrina), o grupo Mulheres de Axé, Mulheres de Axé do Brasil e a Rede de Mulheres Negras do Paraná

HÉDIO SILVA JR

Escritor – Palestrante

Jurista – Advogado

Digital Influencer

Mestre e Doutor em Direito, ex-Secretário de Justiça do

Estado de São Paulo, jurista cujo renome não se discute, a

Trajetória de Hédio Silva Júnior é marcada pela defesa dos

Direitos das pessoas negras, e enfrentamento ao racismo.

Mineiro de Três Corações, se mudou muito jovem para São

Paulo. Possui larga experiência na área de direitos humanos e defesa de minorias.  Fez história no Brasil como primeiro

Advogado negro a fazer uma sustentação oral no Supremo Tribunal Federal, na defesa das cotas raciais e, posteriormente, defendendo o direito ao pleno exercício das religiões de matrizes africanas. Publicou diversos livros, entre eles: “Anti-Racismo – Coletânea de Leis Brasileiras”

 (Ed. Oliveira mendes) e “Discriminação Racial nas Escolas: entre a Lei e as Práticas Sociais (UNESCO). Lança em 2023 as obras: “Racismo Religioso” e “Responsabilidade Civil Objeiva por Ilícito Racial e Religioso” , ambos pela editora Saraiva.

É também fundador e presidente do IDAFRO, Instituto de

Defesa do Direito das Religiões Afro-brasileiras.

BÀBÁ DIBA TI IYEMONJÁ

 Valmir Ferreira Martins
Bàbálòrísá no Ilê Asé Iyemonjá Omi Olodô

Coordenador  Nacional da Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileira e Saúde – RENAFRO

Presidente do Conselho do Povo de Terreiro RS

Bacharel em Saúde Coletiva; Sanitarista; Ativista da Saúde Sanitária

BÀBÁ BÍLÒJÒ

Alagoano, 36 anos, filho de Josefa e Amaro.

Sacerdote candomblecista, bàbálòrì?à do Ilé À?? Àlàyé, localizada no bairro Waldemar Hauer, Londrina.

Iniciado pelas mãos da iyálori?à mãe Omin, em 2012, no Ylê Axé Opo Omin, no bairro Maria Cecília, Londrina. Onde tomou seus ciclos de obrigações religiosas de um (?dún kìíní)  e três anos (?dún ?ta). Cumpriu seu ?dún ìje (7 anos) e foi  condecorado  sacerdote no Ilé Àlàbá???, na cidade de Maragogipe, BA, em 2019, pelas mãos do bàbálòrì?à Antônio Roberval França Barbosa dos Santos, pai Robinho de Otin.

rofessor, formado em Letras pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), em 2010; especialização em Gestão, rientação e Supervisão escolar, pela Universidade Norte do Paraná (Unopar), em 2012. Especialização incompleta em lfabetização e Letramento, pela Esap, 2017. Experiência em lecionar Língua Portuguesa e Literatura Brasileira para o ensino médio; bem como atuou como educador social frente a projetos de aprendizagens em Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. Membro suplente do CMPIR Londrina (Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial).

 Atuante nas questões de movimentos populares para a promoção de políticas públicas para a população negra e de povos tradicionais de terreiro

WELISSON VIEIRA DE AGUIAR

Ògán confirmado pela Òrìsà O?ùn através do Bàbálòrìsà Obalogy e da Ìyálorisà Dofonitinha de Ò?ùn do Ilé À?? Ìgbà Ayrá e do Ilé À?? Ìgbà O?ún, respectivamente. É advogado, Juiz Leigo, militante dos direitos das religiões de matriz africana. Pós-graduando em Advocacia Contenciosa Cível e Conciliação e Mediação de Conflitos. É Presidente do Conselho Municipal de Igualdade Racial de Londrina, ex-coordenador da Comissão de Promoção de Igualdade Racial e Minorias da OAB Londrina. Dr. Honoris Causa, título outorgado pela Faculdade Febraica e Ordem dos Capelães do Brasil. Vice-presidente do Aueto (Coletivo de lideranças, adeptos e simpatizantes das religiões de Matrizes Africanas). Integrante do “Axé Pé Vermelho”, canal criado para falar das religiões de Matrizes Africana. Integrante da Comissão de Criação do Plano Municipal de Igualdade Racial de Londrina e também integra a Comissão para realização de campanha de enfrentamento ao racismo da Universidade Estadual de Londrina (UEL)

IVANETE PAULINO XAVIER

Coordenadora Administrativa Adjunta da Rede Mulheres Negras do Paraná

Mestranda em Educação pela Universidades Europeia do Atlântico (UNIATLANTICO), Especialista em Educação a Distância pela UFPR, Especialista em Teologia-Missiologia pela Faculdade Unyleya. Graduada em Tecnologia em Gestão Pública pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Membra da Comissão da Banca de Validação de Autodeclaração da UFPR e da Fundação Estatal de Atenção à Saúde (FEAS). Coordenadora Administrativa Adjunta da Rede Mulheres Negras do Paraná (RMN-PR), Conselheira Titular no Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (CEDM/PR), e Suplente no Conselho Estadual de Saúde do Paraná (CES/PR), integrante da coordenação executiva da Rede Mulheres Negras Evangélicas no Brasil (RMNEB), Movimento Negro Evangélico do Paraná (MNE-PR) e do Coral Negro de Curitiba.

 Técnica Administrativa na UFPR.

BÀBÁ FLÁVIO MACIEL

 É Doutor Honoris Causa pela faculdade FEBRAICA,  e a Ordem dos Capelães do Brasil 2022 Graduando em Ciências Sociais

Palestrante nas temáticas, intolerância religiosa e racismo Religioso, e Cultura das religiões de Matriz Africana.

Pertence ao terreiro Ile Alaketu Ijoba Axé Oxum e Ogum, filho do Pai Sadi de Oxum. Coordenador Geral do Fórum Paranaense das Religiões de Matriz Africana. Coletivo que representa e defende os povos de terreiros, promovendo ações afirmativas e políticas públicas. – Diretor de políticas públicas do Alááfia. O Alaafia coletivo de Educação, promove orientações sobre as religiões de Matriz Africana e combate à intolerância religiosa e o racismo em meios acadêmicos, com palestras, diálogos, e conscientização, com suportes pedagógicos. Membro Fundador do setorial de Cultura Tradicional de Povos de Terreiro em Curitiba.

Membro Fundador do K?rin L?wa Samba de Terreiro.

MESA DE DEBATES –  03

Propostas

11h30 às 12h30

Tema:

Saúde Integral da População Negra Sem Racismo no SUS

CIBELLE SANTOS DE OLIVEIRA

Advogada

Associada da Rede Mulheres Negras do Paraná

Conselheira Titular do Conselho Estadual de Saúde

HILTON PEREIRA DA SILVA

 Docente da Universidade Federal do Pará e da Universidade de Brasília. Tem graduação em medicina e biologia, é Mestre em Antropologia e em Saúde Pública, e Ph.D. em Bioantropologia. Coordenador do Laboratório de Estudos Bioantropológicos em Saúde e Meio Ambiente (LEBIOS/CNPq), Membro da Coordenação da Rede Integra-Sul de Cooperação Acadêmica entre o Brasil e a África, do Grupo Temático Racismo e Saúde da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO), da Sessão Temática de Saúde da População Negra da Associação Brasileira dos Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), e participante do Grupo de Trabalho Interinstitucional da Ação Direta de Descumprimento de Preceito Fundamental 742 (GTI-ADPF 742) sobre a saúde das populações quilombolas. Atualmente vinculado ao Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares (CEAM/UNB) e ao Núcleo de Estudos Afro-brasileiros (NEAB/UNB)

MESA DE DEBATES –  04

Propostas

12h30 às 13h00

Tema:

Outubro Rosa

Novembro Azul

Saúde da Mulher

 Saúde do Homem

 Promoção da saúde: dos cuidados  ao autocuidados

LUAN JESUS DE OLIVEIRA

Unidade de Saúde São Bento/Alto da Boa Vista Arapongas – Paraná

35 anos, Enfermeiro na UBS São Bento há 07 anos, Atuação no Programa Saúde da Família há 13 anos.Graduação em Enfermagem, Pós Graduação em Saúde Pública e Saúde da Família, Saúde da Mulher, Saúde Mental e Auditoria. Residente na Zona Sul de Arapongas/PR.

ALMOÇO

12h30 às 14h30

Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional

Culinária Tradicional Africana e Afro-Brasileira

Observação:

O almoço será disponibilizado no local do referido evento para os participantes com participação presencial, as atividades das Mesas de Debates e transmissão on-line seguirão normalmente com os horários conforme programação

MESA DE DEBATES –  05

Propostas

13h00 às 13h30

MESA DE DEBATES –  06

Propostas

13h30 às 14h10

MESA DE DEBATES –  06

Propostas

14h10 às 14h30

Tema:

A Importância da Imunização em Populações

Doença e Apresentação dos Dados Epidemiológicos do Estado do Paraná

 Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST)

HIV/Aids

 Hepatites Virais, Sífilis, Tuberculose (TB), Hanseníase, Covid-19, Monkeypox

Apresentação dos Dados Epidemiológicos do Município de Arapongas/PR

ACÁCIO HENRIQUE BARROS RENZE

Farmacêutico Bioquímico, servidor da Secretaria Estadual de Saúde do Paraná, atua na 16ª regional de saúde, coordenador do programa de imunização e infecções sexualmente transmissíveis.

ACÁCIO HENRIQUE BARROS RENZE

Farmacêutico Bioquímico, servidor da Secretaria Estadual de Saúde do Paraná, atua na 16ª regional de saúde, coordenador do programa de imunização e infecções sexualmente transmissíveis.

FERNANDA TROMBINI GOLA

Enfermeira graduada pela Universidade Estadual de Londrina – Conclusão do curso em 2000. Pós-graduada em Enfermagem em centro cirúrgico e centro de materiais pela UEL. Pós-graduada em enfermagem em saúde da família pela UNOPAR de Londrina. Pós-graduada em Educação profissional na Área da Saúde pela escola nacional pública Sérgio Arouca – Fiocruz.

Desde 2007 atua como coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Arapongas. Funcionária Pública desde o ano de 2000 atuando como enfermeira

MESA DE DEBATES –  07

Propostas

14h30 às 15h00

TEMA:

Práticas Integrativas e Complementares na Saúde (PICS) e Medicina Tradicional (MT) no Contexto da Saúde da População Negra, Povos e Comunidades Tradicionais de Religiões de Matriz Africana e Afro-Brasileira, Povos e Comunidades Tradicionais na Perspectiva do SUS

DANIEL MIELE AMADO

Assessor Técnico do Departamento de Gestão do Cuidado Integral/DGCI/SAPS/MS

MESA DE DEBATES –  08

Propostas

15h00 às 17h30

Violência Contra Mulher

 Violência Contra Criança Saúde Mental

GM MICHELE REGINA ZANIN CAMPASSI

Coordenadora Patrulha Maria da Penha

Secretaria Municipal de Segurança Pública e Trânsito

Arapongas/PR

Guarda Municipal desde 2008. Bacharel em Direito. Coordenadora da Patrulha Maria da Penha. Presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres

Juliana Lenartovicz de Oliveira

Coordenadora de Saúde Mental da 16ª Regional de Saúde Apucarana – Paraná

Secretaria de Saúde do Estado do Paraná/SESA/PR

 Psicóloga Especialista em Psicologia Clínica com Ênfase em Psicanalise

CIBELLE SANTOS DE OLIVEIRA

Advogada

Associada da Rede Mulheres Negras do Paraná

Conselheira Titular do Conselho Estadual de Saúde

MÁRCIO ROBERTO NOGUEIRA DINIZ

Presidente da APP – SINDICATO – Núcleo Sindical de Arapongas/PR

Mestre em Ensino de História pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), Professor da Rede Estadual

DR. ALECSANDRO  DE ANDRADE CAVALCANTE

Médico pela UEM(BR)

Mestre em Medicina Forense pela Universidade de Valência(ES). Pós-Graduado em Avaliação do Dano Corporal pela  Universidade de Coimbra(PT). Pós Graduado em Psiquiatria pela UniFATECIE(BR). Pós-Graduado em Psiquiatria Forense pelo Nufor/IpQ/HCFMUSP(BR). Conselheiro de Saúde pelo Segmento Trabalhador. Presta Serviços em regime de CLT através de empresa terceirizada para Secretaria Municipal de Saúde de Arapongas/PR

JEFFERSON OLIVATTO DA SILVA

Graduação em Filosofia e Psicologia. Mestrado em Educação. Doutorado em Ciências Sociais e Pós-Doutor em História, Educação e Política e Serviço Social. Membro da Comissão Étnico-Racial do CRPPR e GT – Saúde da Pop. Negra ABPN. Docente do Curso de Psicologia/UEL e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UEL.

  AÇÕES DISPONIBILIZADAS PARA COMUNIDADE NO VIII Encontro Municipal da Mobilização Nacional Pró-Saúde da População Negra, Vida Longa com Saúde e Sem Racismo de Arapongas – Paraná Café da Manhã, Almoço e Café da Tarde

Apresentação Cultural de Maculelê

*Equipe da 17 Regional de Saúde: Realização de testes Rápidos e distribuição de Autotest Hiv, pela 17ª Regional de Saúde de Londrina, com os profissionais da Saúde: Enfermeiro Luiz Toshio Ueda, Enfermeiro Edmilson de Oliveira e a Enfermeira Mariana Gomide Panosso;

*Equipe da UBS São Bento/Alto da Boa Vista: Realização de Aferição da PA, Glicemia Capilar, Atualização Cadastro IPM/UBS São Bento/Alto da Boa Vista – Quesito Raça/Cor com os profissionais de Saúde: Enfermeiro Luan Jesus de Oliveira, Técnica de Enfermagem Lucimar Aparecida de Freitas Gatti, ACS Cleunice Aparecida Bonzato, ACS Darlete Moreira de Oliveira, ACS Sirlei Pereira dos Santos, auxiliar geral Sabrina Lobato Moreira de Oliveira

*Mimos para as Crianças da Comunidade Alto da Boa Vista/Zona Sul: Rua de Recreio com brinquedos cama elástica, piscina de bolinha, pipoqueira, algodão doce, cestas de doces/café da tarde, bolo confeitado, pintura artística facial

 
 
 
 
 
 
 

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Clique para ampliar

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

André Quiroga

Clique para ouvir

Noite de Queijos e Vinhos

Jornal Edição de Notícias

Resumo de Notícias Mensal

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: