Apucarana

Sem autorização para funcionar, parque é evacuado pelos Bombeiros em Apucarana

Compartilhe no WhatsApp

setor de vistoria dos Bombeiros solicitou o apoio da Polícia Militar (PM) na tarde de terça-feira (11), para evacuar o parque de diversões que se instalou em Apucarana, na Rua Firman Neto.

Conforme os Bombeiros os responsáveis pelo parque desobedeceram a ordem de funcionamento. Na sexta-feira (7) uma vistoria foi realizada e o setor de vistoria constatou que o parque não atendia os requisitos estabelecidos pela corporação.

Segundo os Bombeiros, após a vistoria, o proprietário do parque foi orientado a não funcionar no final de semana, por causa das irregularidades.

Mas, msmo com a orientação, o parque funcionou no final de semana. Na segunda (10), o setor de vistoria voltou e notificou o proprietário de que o local estava interditado.

Porém na terça (11), novamente o parque voltou a funcionar e foi preciso realizar a evacuação do local. “Com a lei 19449, o Bombeiro adquiriu o poder de polícia administrativa e tem por obrigação fiscalizar locais. realizamos a interdição na sexta, mesmo irregular funcionou sábado e domingo, já segunda interditamos novamente e mesmo assim voltou a funcionar. Evacuamos o local e o responsável foi autuado pela desobediência”, explica o 2° Ten. Augusto Marks Batista, chefe da seção de Prevenção Contra incêndio e Pânico do 11° Grupamento dos Bombeiros de Apucarana.

O homem de 36 anos foi levado ao cartório da PM para a confecção de um Termo Circunstanciado.

Conforme os Bombeiros, faltavam os requisitos mínimos de segurança, como extintor, iluminação, saída de emergência e rota de fuga.

” As lâmpadas de emergência eram insuficientes e não estavam funcionando. Sinalização de saída dos brinquedos era precária. Tinha um brinquedo com o guarda corpo irregular. Os brinquedos estavam estabilizados com escoras de madeira para o nivelamento então a estrutura não oferecia segurança e tinha fiação elétrica exposta por toda a área de circulação do público,” detalha o tenente.

A Tenente Ana Paula Inácio ressaltou que o parque não tinha autorização dos Bombeiros para funcionar, que alguns brinquedos chegaram a ser lacrados. “Havia indícios de colapso por causa da estrutura usada para a base dos brinquedos, além disso, desse risco, bastante fiação elétrica exposta. Fora essa precariedade, colocando em riscos as pessoas, o parque estava de forma irregular, pois eles não tinha autorização dos Bombeiros para funcionar. Nós lacramos alguns brinquedos e eles simplesmente retiraram os lacres e funcionaram normalmente. A ação dos Bombeiros foi para a segurança das pessoas,” finaliza a tenente.

Molicenter – Ofertas até 29/03

Carol – Papelaria – Presentes

Atom Academia

Carol Papelaria – Comunicado

Restaurante Facchiano

Rádio Gospel Hits

Canal André Silva

Jornal Edição de Notícias