Arapongas

Programa CastraPet atendeu 209 animais em Arapongas

Compartilhe no WhatsApp

Programa Permanente de Esterilização de Cães e Gatos (CastraPet Paraná) atendeu 209 animais em Arapongas. A ação começou no domingo (12) e terminou nesta quarta-feira (15). A ação foi promovida pela Secretaria estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), em parceria com os municípios, responsáveis pelo cadastro das famílias beneficiadas. O Programa visa o bem-estar animal e humano, evitando nascimento desenfreado de cães e gatos e propagação de doenças. Para Arapongas foram destinados cerca de R$ 50 mil.

O objetivo é prevenir zoonoses e evitar a ninhada indesejada de animais abandonados. O programa está no segundo ciclo, que contempla 80 municípios, com investimentos de R$ 2,5 milhões. A primeira etapa atendeu 15 mil animais em 45 municípios, com investimentos de R$ 2,4 milhões. “ Ficamos contentes com o resultado desta primeira ação do Castrapet em Arapongas. Parcerias entre os municípios e Governo do Paraná que somam com a qualidade de vida dos nossos animais, o que influencia também na saúde pública do município. Esperamos receber novas edições do programa”, pontuou o prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre.

O secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, reafirmou a importância dos serviços junto aos municípios. “O CastraPet está sendo um sucesso. A equipe de veterinários é muito competente e faz um trabalho importante para o controle de zoonoses, ou seja, doenças que passam dos animais para os humanos”, diz o secretário Márcio Nunes.

COMO PARTICIPAR – Para o município receber o CastraPet é preciso entrar com pedido junto à Sedest ou aos deputados estaduais para liberação de recurso. Ao ser contemplada, a cidade define pontos para cadastro dos animais, dentro do número de vagas disponibilizadas. A prefeitura também estabelece a prioridade de atendimento, seja para animais de famílias de baixa renda, de protetores ou/e de rua.

CIRURGIAS – As cirurgias são feitas dentro do castramóvel, veículo equipado para garantir a segurança dos pets durante os procedimentos. É preciso que os tutores respeitem o jejum absoluto (comida e água) dos animais por oito horas antes da castração. A medida é necessária para que se recuperem bem da anestesia.

Após a castração, as famílias recebem gratuitamente a medicação pós-operatória e aplicação de microchip eletrônico de identificação animal, além de todas as orientações para cuidados após o procedimento.

SAÚDE ÚNICA – O Programa CastraPet Paraná foi pensado dentro da política de saúde única da Secretaria, visando o bem-estar animal e humano e trabalhando na prevenção de zoonoses envolvendo o meio ambiente. Além de prevenir doenças, como o câncer, e outro objetivo do programa é evitar o nascimento desenfreado de cães e gatos, o que pode provocar maus-tratos, como abandono dos animais.

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

#Partiu Cinema

JR Martelinho de Ouro

Parabéns Arapongas

Jacovós – Parabéns Arapongas

Eudora – Isabela (43)99930-7585

Atom Academia

Clique na Imagem p/Ampliar

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: