Apucarana

Prefeitura de Apucarana apoia mês de conscientização sobre autismo

Compartilhe no WhatsApp

Na sexta-feira (2 de abril), Dia Mundial de Conscientização do Autismo, a Associação de Pais e Amigos do Autista Apucaranense (AMAA) realizou uma reunião de membros da diretoria e de crianças autistas no Lago Jaboti, com a presença da secretária Municipal da Mulher e Assuntos da Família Denise Canesin e do superintendente da secretaria Municipal de Esportes Tom Barros. Ambas as secretarias estabeleceram uma parceria com a associação para apoiar as atividades previstas ao longo de abril.

Para a presidente da AMAA, Maria Aparecida Barreto Honorato, a data é importante para estimular, na sociedade, o debate e as informações sobre o espectro. “O que queremos, com este ato do dia 2 de abril, e com a programação que ofereceremos ao longo do mês, é levar à conscientização sobre o que é o autismo e quem são os autistas, mostrar que eles têm a condições de desenvolvimento”, explica.

A secretária da Mulher e Assuntos da Família, Denise Canesin, acredita que a parceria com a secretaria Municipal de Esportes e a AMAA são fundamentais para atender mais e melhor os cerca de 120 autistas da cidade. “A Prefeitura de Apucarana cede o espaço da associação e acredita no trabalho que ela vem desenvolvendo. Nós apoiamos a divulgação da campanha neste mês, para que possamos levar aos cidadãos mais conhecimento sobre o Transtorno do Espectro Autista, ainda pouco discutido, pouco conhecido.”

O prefeito de Apucarana Junior da Femac destacou o trabalho da associação e disse que a AMAA pode contar com o apoio da Prefeitura em tudo que for possível e necessário. “No dia 2 de abril é importante agradecer à associação e ao trabalho excelente que presta aos autistas do município. Conte conosco no que precisar, estamos juntos”, declarou ele.

A secretaria Municipal de Esportes vai lançar a 1ª Corrida e Caminhada do Autismo. Para incentivar a prática de atividades físicas, a secretaria estará com as inscrições abertas entre os dias 7 e 30 de abril. “Os inscritos vão ganhar uma camiseta, além de ajudarem a AMAA na campanha pela conscientização do autismo”, falou Tom Barros.

O que é o autismo

Segundo o médico Drauzio Varela, “o Transtorno do Espectro Autista (TEA) engloba diferentes condições marcadas por perturbações do desenvolvimento neurológico com três características fundamentais, que podem se manifestar em conjunto ou isoladamente. São elas: dificuldade de comunicação por deficiência no domínio da linguagem e no uso da imaginação para lidar com jogos simbólicos, dificuldade de socialização e padrão de comportamento restritivo e repetitivo”, disse.

O médico explica ainda que o TEA é também chamado de Desordens do Espectro Autista (DEA ou ASD em inglês), e recebe o nome de espectro porque envolve situações e apresentações muito diferentes umas das outras, numa gradação que vai da mais leves à mais grave. “Todas, porém, em menor ou maior grau estão relacionadas com as dificuldades de comunicação e relacionamento social”, afirma.

Campanha

A AMAA está promovendo uma campanha para que os principais objetivos da associação sejam atingidos: oferecer atendimento gratuito nas áreas de psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, oficinas de musicoterapia, psicomotricidade, terapia com cães, entre outros, em especial às famílias de maior vulnerabilidade social, como as inscritas em programas do governo federal. “Muitas vezes o SUS só oferece terapia em grupo, e o autista precisa de atendimento individual. Então esse atendimento é que queremos que nossa associação possa oferecer, inteiramente gratuito, para os autistas da cidade. Há autistas que precisam de três ou quatro terapias diferentes, os pais não têm condições de pagar.”

A vice-presidente da associação, Aline Lopes Gonçalves, acrescenta que o autismo não é um transtorno que se possa identificar ao olhar a criança, jovem ou adulto. Não há características físicas da TEA. “O transtorno do espectro autista, mesmo que imperceptível à primeira vista, altera a comunicação, a interação social, o comportamento. Por isso, as pessoas precisam entender o autismo, o que significa ter mais informação e de conscientização, e é isso que nossa programação para este mês é tão importante. Além disso, os diagnósticos vêm crescendo exponencialmente, é fundamental que tenhamos terapias à disposição, e que lutemos pelos direitos dos autistas”, afirma.

Ela destaca ainda que, ao receber o diagnóstico, os pais podem se sentir “um pouco perdidos”, diz. “Por isso, outro ponto de destaque no trabalho que fazemos na associação é o acolhimento desses pais que estão começando a entender melhor os filhos e as diferenças que o fazem único”.

Programação

A AMAA já fez uma “live” no dia 1º de abril, abertura da campanha, sobre o tema “Perseverança: porque os resultados das terapias demoram para aparecer nos autistas”. No próximo dia 8, a psicóloga Daniele Oliveira vai falar sobre “Saúde mental das mães e cuidadoras de autistas”, às 19h30, com transmissão pelo facebook da organização. No dia 15 de abril (sempre às quintas-feiras), o médico Odarlone Orente fala sobre “Autismo em adolescentes e adultos”, ao lado da mãe de um autista, às 19h30 pela mesma rede social. Dia 22 de abril o encontro ao vivo será com a advogada Mayra Paed Landim. Na mesa, os direitos dos autistas. A programação de encerramento do mês está sendo concluída.

Serviço: AMAA – Associação de Pais e Amigos do Autista Apucaranense (Rua Clotário Portugal, 120. Facebook e Messenger: facebook.com/filhosautistas

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Oração na Avenida

Unicesumar – Clique para Ampliar

Contato – (43)99916-6212 – Simone

Depilação a Laser Crystal 3D

Atom Academia

Rádio Gospel Hits

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: