Geral

Pesquisadores criam programa que consegue identificar presença do novo coronavírus pela língua

Compartilhe no WhatsApp

Pesquisadores de uma empresa e da Universidade Estadual de Maringá (UEM), no norte do Paraná, criaram um programa capaz de fazer a leitura da língua de pacientes para verificar a presença do novo coronavírus.

O exame é feito por meio de um aparelho portátil. O equipamento consegue fazer uma análise molecular da saliva humana e indicar a presença do novo coronavírus em três segundos.

Segundo os desenvolvedores, a tecnologia aguarda aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o uso em larga escala.

O software foi testado com 970 pessoas. Segundo os estudos, o programa tem 84% de eficácia entre os casos positivos e de 91% entre casos negativos.

Apesar de ser mais rápido e menos invasivo, o teste ainda é menos eficaz que o exame do tipo RT-PCR.

Os estudos continuam, e a expectativa da empresa e da UEM é de que o software também possa ser usado para o diagnóstico de outras doenças, no futuro.

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Clique na Imagem p/Ampliar

Aravel

JR Martelinho de Ouro

Atom Academia

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: