Apucarana

Parque da Redenção em Apucarana é reinaugurado com Santa Missa

Compartilhe no WhatsApp

Com recepção de convidados ao som da Banda Municipal Maestro João Florindo da Silva e Santa Missa presidida pelo Bispo Diocesano Dom Carlos José de Oliveira, foi reinaugurado na tarde desta sexta-feira (08/12), em Apucarana, o Parque da Redenção. Um dos maiores espaços eco-religiosos do Sul do país, localizado no início do Roteiro Turístico Rural e Religioso Estrada Bela, as obras de reestruturação do local – que desde o ano de 2014 é administrado pela diocese através de concessão de uso – foram viabilizadas mediante parceria entre a Mitra Diocesana e a Prefeitura de Apucarana, além da participação de diversos colaboradores.

Além do bispo Dom Carlos José de Oliveira e do Monsenhor Roberto Carrara, autoridade religiosa que coordenou o projeto de reestruturação do local, a solenidade contou com a presença de autoridades políticas, entre elas o prefeito de Apucarana, Júnior da Femac; o vereador Mário Felipe, representando o presidente da Câmara Municipal, Luciano Molina; o presidente da Associação dos Municípios do Vale do Ivaí (Amuvi) e prefeito de Jandaia do Sul, Lauro Junior; prefeito de Cambira, Toledo; prefeito de Marilândia do Sul, Aquiles Takeda; e do presidente do Grupo de Trabalho do Turismo Religioso do Paraná, Eliseu Rocha. O Governador do Paraná, Ratinho Júnior, esteve representado pelo secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

“O Parque da Redenção, reinaugurado nesta sexta-feira, é fruto da parceria e da união entre o poder público, a Prefeitura Municipal de Apucarana, os empresários de nossa cidade e a Diocese de Apucarana, que tudo fizeram para que este parque pudesse ser reinaugurado, trazendo esse belíssimo espaço de turismo eco-religioso para a nossa região”, afirmou o bispo Dom Carlos.

O prefeito Júnior da Femac  destacou a importância da obra para o turismo religioso. “É um espaço maravilhoso. São 60 mil metros quadrados às margens do Rio Pirapó, que abastece mais dois milhões de pessoas no Paraná, junto com a Mata Atlântica, além da arquitetura sacra, arte e escultura, que vão fazer com que todos que têm devoção passem por momentos incríveis aqui”, disse o prefeito, que destacou ainda as intervenções urbanas feitas pela Prefeitura no local, em parceria com a Mitra Diocesana.

O presidente da Amuvi, Lauro Junior, parabenizou a Prefeitura de Apucarana e a Mitra Diocesana, pela belíssima parceria, viabilizando a reabertura do parque. “O turismo religioso vai atrair milhares de pessoas para Apucarana, como já acontece em Lunardeli, com o Santuário de Santa Rita de Cássia”, citou Lauro Junior.

Eliseu Rocha, presidente do Grupo de Trabalho do Turismo religioso no Paraná, enalteceu o trabalho realizado em Apucarana, pela parceria entre a prefeitura e a Mitra Diocesana. “O turismo religioso está transformando Apucarana e o Vale do Ivaí, gerando trabalho, emprego e renda. Agradeço a oportunidade de estar presente neste evento que ficará na história, com esse belíssimo parque que será referência em turismo religioso no Paraná”, comentou Rocha.

Entre as obras de reestruturação, promovidas ao longo da última década, estiveram a restauração de esculturas religiosas – a cargo do artista Lucas Pereira Fioresi -, remodelação do trajeto de reprodução de episódios da Via Sacra de Jesus e a construção da Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, que é uma réplica da Gruta de Massabielle, localizada na cidade de Lourdes, França. Também em destaque a construção das esculturas dos três arcanjos (São Miguel, São Gabriel e São Rafael); o Jardim do Rosário; o Pier em forma de cruz sobre o lago e novos sanitários. Todos os investimentos da igreja foram possíveis com a generosidade de muitos colaboradores, que contribuíram em diversas promoções e por outras formas de doação e patrocínios.

Estruturalmente, a prefeitura investiu na recuperação do vertedouro, readequação da barragem e canal de saída do lago, asfaltamento do acesso ao parque, através da estruturação do roteiro turístico Estrada Bela, e outras benfeitorias de mobilidade e acessibilidade com a construção de calçadas e rampas, além da construção do alicerce-base de todas as esculturas, iluminação em Led e paisagismo.

O parque Eco-religioso da Redenção tem uma área de aproximadamente 60 mil metros quadrados. Localizado na comunidade rural do Barreiro – é formado por estátuas de personagens bíblicos, esculpidos em tamanho gigante, retratam a vida pública de Jesus desde o nascimento, batismo, sermão no Monte das Oliveiras, Santa Ceia, morte e a ressurreição.

A escolha do dia 8 de dezembro para reinauguração do parque tem um simbolismo especial, já que a Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, que veio a se tornar a Catedral da Diocese de Apucarana, completou 80 anos de existência nesta sexta-feira (08/12). A solenidade também marca o início das celebrações alusivas aos 60 anos da Diocese de Apucarana.

Destacam-se no parque as belíssimas esculturas sacras que narram os principais mistérios da vida de Nosso Senhor Jesus Cristo, como o Batismo, a Santa Ceia, a agonia no horto das Oliveiras, a Via-Sacra e sua Ressurreição, com um novo layout. Essas esculturas fazem parte do patrimônio cultural do Município de Apucarana.

Porém, por motivo da construção do novo vertedouro, foi preciso substituir as esculturas por outras, agora com um novo estilo, realístico, e um novo layout. Entre as esculturas, o parque ganhou também as imagens de grande porte dos três arcanjos: São Gabriel, São Miguel e São Rafael, devido a sua importância na piedade cristã.

GRUTA DE NOSSA SENHORA DE LOURDES

Em 2021 foi entregue a Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, representando a Gruta de Massabielle, de Lourdes, na França, onde aconteceram as aparições da Virgem Maria à Santa Bernardette, considerada a mais famosa gruta religiosa do mundo, onde Nossa Senhora de Lourdes recebeu o título de padroeira mundial dos enfermos.

A Gruta foi construída em concreto armado e molduras de argamassa. Vale ressaltar que Nossa Senhora de Lourdes é a Padroeira da Diocese de Apucarana, e com isso, esse local torna-se como uma filial do santuário mariano de Lourdes. Por essas razões, espera-se grande público para visitação, sobretudo, nas festividades da padroeira.

Na parte superior da gruta há uma capela para celebração, onde está o nicho da imagem de Nossa Senhora, que é uma réplica do que há em Lourdes. Já, na parte de baixo da gruta fica a fonte de água benta, potável, à disposição dos devotos.

Prefeitura de Apucarana

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Clique para ampliar

Dia da Mulher

Clique para ampliar

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

Jornal Edição de Notícias

Resumo de Notícias Mensal

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: