Arapongas Paraná em Notícias

Paraná é o segundo estado da região sul com maior incidência de câncer de mama

Compartilhe no WhatsApp

Dados são do Instituto Nacional de Câncer. Mês de outubro alerta a população sobre os riscos da doença

O Instituto Nacional de Câncer divulgou dados alarmantes sobre o câncer de mama. De acordo com os dados apresentados, esse tipo de tumor é o mais incidente em mulheres de todas as regiões, com taxas mais altas nas regiões Sul e Sudeste. Para o ano de 2022 foram estimados 66.280 casos novos, o que representa uma taxa ajustada de incidência de 43,74 casos por 100 mil mulheres, só no Paraná são aguardados 3.370 casos. Para alertar a população sobre a doença, durante todo o mês são realizadas atividades especiais para conscientizar as mulheres sobre a doença.
A diretora do departamento de oncologia do HONPAR, Érika Piovezan, explica que as mulheres tem papel fundamental na detecção precoce da doença.
“As mulheres ao realizarem o autoexame conseguem observar qualquer anormalidade. Por isso, é fundamental que uma vez por semana apalpe suas mamas, seja no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano, fazendo assim a descoberta casual de pequenas alterações mamárias suspeitas. É necessário que a mulher seja estimulada a procurar esclarecimento médico, em qualquer idade, sempre que perceber alguma alteração suspeita em suas mamas”, alerta Piovesan.
A partir dos 40 anos é fundamental que as mulheres passem a realizar o exame da mamografia. O procedimento pode ser bianual, ou seja, a cada dois anos. A mamografia é o único exame cuja aplicação em programas de rastreamento apresenta eficácia comprovada na redução da mortalidade por câncer de mama. O exame está disponível na rede pública de saúde basta se dirigir a uma unidade de saúde que o procedimento é agendado e posteriormente realizado.
Estou com câncer e agora?
Nos últimos anos a tecnologia auxiliou o tratamento, principalmente no que diz respeito a cirurgias menos mutilantes, assim como a busca da individualização do tratamento que varia de acordo com o estadiamento da doença, suas características biológicas, bem como das condições como idade do paciente, status menopausal, comorbidades e preferências. As modalidades de tratamento do câncer de mama podem ser divididas em: Tratamento local com cirurgia e radioterapia além de reconstrução mamária e Tratamento sistêmico com quimioterapia, hormonioterapia e terapia biológica.
No HONPAR são realizados no setor de oncologia os tratamentos com quimioterapia e também as cirurgias. Durante todo o tratamento, os pacientes são acompanhados por médicos, enfermeiros, psicólogos e nutricionistas que dão todo o suporte para o paciente.

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Junior Baby

Cantinho da Marmita

Baile do Hawaii

Feliz Natal

Vendo ou Troco Apartamento

Kombucha da Si – Clique Vídeo

Fala Aí – 87,9 FM

JR Martelinho de Ouro

Clique na Imagem p/Ampliar

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: