Notícias Geral

O que é a lipo HD, a cirurgia da moda, e que riscos ela oferece?

Compartilhe no WhatsApp

O Brasil está entre os países líderes em números de cirurgias plásticas realizadas todo ano, e nos últimos meses uma “modalidade” se tornou tendência: a lipo HD. Muitas famosas e influenciadoras se submeteram à técnica e até causaram controvérsia nas redes sociais por publicarem fotos suas nas mesas de cirurgia, com os corpos todos marcados nos lugares onde seriam cortados e lipoaspirados. Mas por que essa prática virou moda e quais são os riscos?A lipo HD é uma derivação da lipoaspiração mais conhecida, que é basicamente uma cirurgia em que o médico retira tecido de gordura do corpo do paciente. Na lipo HD, além de reduzir gordura, é feito um trabalho para parecer que o corpo da pessoa é mais musculoso, mais sequinho. Há quem fique até com os “gominhos” do abdômen mais aparentes, por exemplo.

“A lipo HD é uma técnica de lipoaspiração que favorece o contorno da musculatura. A sigla HD vem do inglês High Definition (alta definição). Nela é possível deixar um contorno corporal mais definido, salientando a musculatura do tórax, do abdômen e do dorso. O aparelho mais comumente usado nesse tipo de cirurgia é o Vaser, um ultrassom que realiza a quebra da gordura sem lesar outros tecidos”, explica o cirurgião plástico Fernando Longo, do hospital 9 de Julho, em São Paulo.

Apesar de se tornar mais popular no Brasil no último ano, a técnica surgiu na Colômbia e chegou no Brasil em 2015. Segundo o médico, a procura vem aumentando aqui gradativamente desde 2018.

O que chama a atenção de quem acompanha as influenciadoras que entraram na onda da lipo HD é que em geral todas já eram magras e tinham corpos dentro dos padrões de beleza da sociedade. Acontece que essa técnica é realizada justamente em pessoas magras; serve simplesmente para uma suprir um desejo estético da pessoa. “O paciente ideal para esse procedimento são pessoas que estejam dentro do peso e sem flacidez de pele”, diz Longo.

Riscos e contraindicações

Como qualquer cirurgia, a lipo HD oferece riscos aos quais é preciso dar atenção. Inicialmente, quem deseja passar pelo procedimento deve procurar um médico de confiança, realizar vários exames e passar por uma avaliação cardiológica.

Os riscos de quem vai para a mesa de cirurgia são os mesmos de uma lipoaspiração convencional, que podem envolver infecções, hematomas, trombose e inflamações. Por isso, é preciso que haja uma boa investigação e observação de como está o organismo do paciente e que ele procure um cirurgião especialista no procedimento.

“As contra-indicações são para pacientes que estejam muito acima do peso, que possuam flacidez de pele e diástase do músculo reto abdominal. Pacientes que fumam e diabéticas possuem contra indicações relativas, ou seja, deve ser avaliado caso a caso. Depois da cirurgia, deve-se fazer uma drenagem linfatica especializada para esse tipo de procedimento, e o uso de malhas compressoras também é essencial”, completa o

Depilação a Laser Crystal 3D

Molicenter – Ofertas

Black Friday Junior Baby

Black Week Unicesumar

Contato – (43)99916-6212 – Simone

Atom Academia

Famintu’s Pet

Rádio Gospel Hits

Jornal Edição de Notícias

× Fale Conosco - Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: