Paraná em Notícias

Novos Ambulatórios Médicos de Especialidades do Paraná têm obras adiantadas

Compartilhe no WhatsApp

As obras dos Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs) do Paraná estão avançando e as primeiras estruturas podem ser finalizadas ainda este ano. É o que mostra o relatório de acompanhamento de execução da Diretoria de Obras da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Ao todo serão 14 ambulatórios em todas as regiões do Estado, que somam R$ 244,6 milhões em investimentos.

“O atendimento especializado é um gargalo dentro do Sistema Único de Saúde e os AMEs atuam como um reforço da política de gestão deste governo em regionalizar a saúde, encurtando distâncias e levando os serviços para mais perto da casa do paranaense”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

De acordo com a última medição, as obras mais adiantadas são de Ivaiporã (46,38% concluído) e União da Vitória (40,18%). Estão em construção também as unidades de Irati (23,72%), Ponta Grossa (22,83%), Cianorte (19,95%) e Cornélio Procópio (17,76%).

Há ainda as obras em andamento em Paranaguá (17%), São José dos Pinhais (16,44%), Campo Mourão (14,90%), Jacarezinho (9,32%), Paranavaí (6,19%) e Almirante Tamandaré, que iniciou a obra recentemente, ainda sem medição. As estruturas de Goioerê e Pitanga estão finalizando a parte burocrática do processo para início das obras.

ESTRUTURAS – Os AMEs são divididos em três modalidades no Paraná. A primeira contempla 37 consultórios e dez salas de exames em um espaço de aproximadamente 4 mil metros quadrados. Além do atendimento ambulatorial, alguns AMEs contarão com Centro de Especialidades Odontológicas, Centro de Fisioterapia e Laboratório de Análises. No Tipo I os AMEs serão distribuídos nas cidades de Almirante Tamandaré, Campo Mourão, Cornélio Procópio, Jacarezinho, Paranavaí e São José dos Pinhais.

Os AMEs tipo II incluem cerca de 2,5 mil metros quadrados de área, com 22 consultórios e sete salas de exames cada. Essas unidades estão distribuídas nos municípios de Cianorte, Irati, Ivaiporã e União da Vitória, além do AME universitário de Ponta Grossa e o do Litoral, em Paranaguá.

Em novembro, o Governo do Estado também anunciou a construção dos AMEs Tipo III, que funcionarão como uma policlínica municipal proporcionando atendimento ambulatorial em várias especialidades, com consultórios médicos multiprofissionais, atendendo uma média de cinco mil pacientes por mês, em uma área de aproximadamente 1.014 m² cada.

Para gerenciar a estrutura desses AMES, a Sesa criou o Programa Estadual de Qualificação dos Consórcios Intermunicipais (QualiCis). Trata-se de uma estratégia que tem foco na regionalização dos serviços e no apoio aos municípios na oferta de consultas e exames especializados.

Agência Estadual de Notícias

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Clique para ampliar

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

André Quiroga

Clique para ouvir

Noite de Queijos e Vinhos

Jornal Edição de Notícias

Resumo de Notícias Mensal

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: