Arapongas

No início da carreira, Pelé disputou amistoso em Arapongas

Compartilhe no WhatsApp

O maior jogador da história do futebol já jogou em Arapongas, no norte do Paraná. Aos 16 anos de idade, Pelé, atuando pelo Santos, foi à Cidade dos Pássaros disputar um amistoso contra a equipe local, a Sociedade Esportiva e Recreativa Arapongas (SERA). A partida então disputada no ano de 1957 terminou com vitória da equipe paulista por 3 a 1. O jovem atacante, que iniciava a carreira de atleta, deu dois passes para gols. Zito, Pepe e Mourão assinalaram para o Santos. O Arapongas descontou com Sanford.

Conforme noticiou o extinto jornal Gazeta Esportiva, o confronto, que aconteceu no dia 28 de julho, no Estádio Gigante da Madeira, teve uma renda de 100 mil cruzeiros. Uma imagem registrada no dia do jogo (foto em destaque) aparece Pelé posando para uma foto ao lado de dois meninos, que moravam em Arapongas na época. A fotografia foi capturada pelo Tomatsu Kawbara, o conhecido Nipon, que por muitos anos foi comerciante em Astorga e faleceu em 2005.

O Santos entrou em campo com Laércio; Hélvio, Mourão (Ivan), Feijó e Urubatão; Zito (Fioti) e Álvaro; Alfredinho, Pelé, Jair Rosa Pinto (Dorval) e Pepe (Tite). Pelo Arapongas, jogaram Costinha; Noca e Dun; Aiala (Tide), Degola e Frangão; Amauri, Sanford, Acosta (Nereu), Procopio e Haroldo. O árbitro do jogo foi Francisco Moreno.

O primeiro jogo do Rei do Futebol em solo paranaense foi no norte do estado, em Londrina, onde a equipe local sofreu uma goleada dos santistas pelo largo placar de 7 a 1. No dia 19 de maio de 1957, Pelé tinha 16 anos e saiu do banco de reservas para marcar dois gols sobre o Tubarão. No mesmo ano, o atacante santista ganhou do Rio Branco, por 3 a 2, e do Arapongas, por 3 a 1.

Em dezembro de 1958, já campeão da Copa do Mundo pela seleção brasileira, Pelé enfrentou o Coritiba no Belfort Duarte (atual Couto Pereira) e fez o gol do Santos no empate por 1 a 1. Entre 1959 e 1973, Pelé jogou contra equipes por outras 11 vezes, sendo derrotada apenas pelo Athletico, por 1 a 0, em 1970, e pelo Coritiba, também por 1 a 0, em 1971. A maior goleada foi em 1965, sobre o Grêmio Maringá, que foi derrotado pelo Santos por 11 a 1, em que Pelé marcou dois gols.

Informações: TNOnline

Foto por Tomatsu Kawbara – Pelé posando ao lado de dois meninos moradores de Arapongas, em 1957

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Curso de Massoterapia

Cuidar da Saúde

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

Vaga de Emprego

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: