Notícias Geral

Mulher é presa em SP por suspeita de dar golpe ‘boa noite, Cinderela’ em idosos

Compartilhe no WhatsApp

Segundo a polícia, ela roubava os idosos após dopá-los; mulher era procurada por praticar os crimes em pelo menos quatro cidades do estado.

Uma mulher suspeita de dopar e aplicar golpes em idosos foi presa pela Polícia Civil, segundo divulgado pelo jornal SP2, da Rede Globo, nesta quinta-feira, 20. Ela é investigada pela prática dos crimes em pelo menos quatro cidades do Estado de São Paulo. 

De acordo com o veículo, Maria Jucilâdia, de 43 anos, ganhava a confiança das vítimas pela internet, marcava encontro na casa delas, e lá, no meio da conversa, dopava os idosos, com o golpe ‘boa noite, Cinderela’. 

Imagens de câmeras de monitoramento exibidas pelo jornal mostram a suspeita em uma loja de Barueri, comprando um fogão de última geração à vista. Segundo a polícia, ela pagou o eletrodoméstico com o cartão que roubou de um idoso. 

Para uma de suas vítimas, ela se apresentou pelo nome de Michele, em conversa pela internet. “Ela conversava comigo, conversava comigo, dava impressão que eu conhecia há muito tempo. Falou de filha, de neto e conversa, conversa, falou que gostava de coisa antiga, de relógio”, disse ao SP1 um aposentado que foi vítima da mulher e teve os cartões roubados por ela.

Segundo o idoso, os dois tomaram um suco de maracujá juntos na casa dele e depois disso ele “apagou”. O aposentado foi dopado e socorrido depois de apenas seis dias. “Eu estava deitado debaixo da cama, colchão pesado e pé da cama nas minhas costas. Por isso que eu acordava, tentava sair, não conseguia. Aí eu comecei a gritar, gritar, a voz saía baixo, um vizinho que ouviu”, disse.

De acordo com a polícia, ela normalmente atraía as vítimas ao se mostrar interessada em namorar com elas, mas em um dos casos tentou usar outro método, se passando por agente de saúde. O golpe só são deu certo porque os verdadeiros agentes de saúde chegaram na hora, suspeitaram e chamaram a PM. Naquele dia, porém, ela havia sido liberada.

Em outras imagens de câmera de monitoramento, a suspeita aparece em uma loja em Cajamar, na Grande São Paulo – cidade em que foi presa -, também fazendo compras com dinheiro roubado, segundo a polícia.

Após a prisão, os policiais descobriram que ela guardava muitos relógios, que podem ser de diferentes vítimas. O marido de Maria e a filha dela também foram presos por suspeita de envolvimento nos crimes, devido a movimentação nas contas bancárias.

Informações: Portal Terra

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Tonél Decor

Vendo ou Troco Apartamento

Kombucha da Si – Clique Vídeo

Fala Aí – 87,9 FM

JR Martelinho de Ouro

Costelada Grande Parada

Açucaradus

Atom Academia

Cursos Gratuitos

Clique na Imagem p/Ampliar

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: