Arapongas

Ministro visita obras, conhece alunos da escola cívico-militar e destaca avanço de Arapongas na Educação

Compartilhe no WhatsApp

Prefeitos e secretários municipais de várias regiões do Paraná, deputados e outras lideranças estiveram nesta segunda-feira (16) em Arapongas recepcionando o ministro da Educação, Milton Ribeiro. O ministro esteve acompanhado pela equipe do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), inclusive seu presidente, Marcelo Ponte, para atender os secretários municipais sobre as demandas de cada cidade. Pela manhã, ele, o prefeito Sérgio Onofre e comitiva visitaram obras. À tarde, no Teatro Vianinha, se reuniu com prefeitos, assistiu a uma apresentação dos alunos da Escola Maria Hercília Stawinski, primeiro estabelecimento municipal do Paraná a adotar a disciplina cívico-militar, e concedeu entrevista coletiva.
“Quando cheguei no Ministério, tínhamos no Brasil quatro mil obras paradas na área da educação. Em um ano, finalizamos 1.420 obras, o que dá uma média de 3,5 obras por dia. Esse é o desafio que o presidente Jair Bolsonaro me apresentou e que aceitei”, afirmou o ministro.
Milton Ribeiro disse ser um devedor da escola pública. Segundo ele, até seu doutorado foi feito com bolsa de estudo do governo. O ministro afirmou que nos últimos dias uma frase de sua autoria, tirada de contexto, causou polêmica em alguns veículos de comunicação e nas redes sociais. “Segundo eles, eu teria dito que universidade não é para todos. O contexto, porém, era sobre a necessidade de mais técnicos no Brasil e sobre o fato de que muitas pessoas hoje têm diploma de graduação em universidade e estão desempregadas, enquanto o país precisa urgentemente de técnicos”, acrescentou o ministro. Para ele, criou-se nos últimos anos a ilusão de que um diploma universitário representa vaga garantida no mercado de trabalho, o que muitas vezes não acontece. “Para muitas dessas pessoas, teria sido melhor um curso técnico e foi desse contexto que a frase foi retirada e colocada de forma a causar polêmica”, argumentou.
O ministro garantiu que a conclusão de obras já começadas por governos passados continuará sendo prioridade. “Quando uma obra está abandonada, tem gente que rouba batente, fios e até vaso sanitário. É urgente concluir essas obras e colocar para funcionar, pois isso é respeito ao dinheiro público e ao contribuinte”, acrescentou. Ele destacou a qualidade das obras que estão em andamento em Arapongas, a receptividade que teve por parte do prefeito Sérgio Onofre e equipe e, na pessoa de Pedro Lupion, saudou os demais parlamentares presentes. Marcelo Ponte apresentou as diretrizes do FNDE, com destaque para o Plano de Ações Articuladas (PAR-4), indispensável para que os municípios recebam recursos federais e cujo prazo para inscrição termina em setembro. O secretário de Estado da Educação, Renato Feder, falou sobre a volta às aulas em sistema híbrido e serviços como o Edutec, curso de programação gratuito oferecido pelo Estado aos alunos.
“Foi um dia de muito trabalho, mas também de muito resultado. O ministro mostrou ser uma pessoa simples, muito acessível e com enorme conhecimento sobre as demandas da educação”, avaliou o prefeito Sérgio Onofre. O deputado federal Pedro Lupion também fez uma avaliação bastante positiva. “Tenho certeza de que muitas demandas dos municípios aqui presentes ou foram resolvidas ou tiveram enorme avanço nesse sentido”, afirmou. Também participaram os deputados federais Luísa Canziani, Felipe Francischini e Felipe Barros e o deputado estadual Tiago Amaral, presidente da Câmara, Rubens Franzin Manoel e demais vereadores.

Veja as obras que foram visitadas pelo ministro e comitiva

Acompanhado pelo prefeito Sérgio Onofre, pelo vice-prefeito Jair Milani e deputados, o ministro Milton Ribeiro visitou a obra da Escola Municipal do Jardim Caravelle “Enzo Batista Daleffe Pereira”, com investimento de R$ 4,7 milhões, depois a Escola Municipal do Jardim Paulista, onde estão sendo investidos outros R$ 4,9 milhões – que dará sede própria à atual Escola Municipal Padre Germano Mayer, e por último a obra do primeiro bloco do campus do Instituto Federal do Paraná (IFPR), com investimento de R$ 1,6 milhão. No IFPR, o prefeito Sérgio Onofre destacou para o ministro a importância do trabalho do ex-deputado federal Alex Canziani para a viabilização da obra. Sua filha, a deputada federal Luísa Canziani, estava presente e é através de emenda parlamentar de sua autoria que se dá a construção do primeiro bloco.
O reitor do IFPR, Odacir Antônio Zanata, esteve presente e falou para o ministro sobre o campus de Arapongas e os projetos de expansão do ensino técnico em todo o Estado. “Eu preciso muito de vocês e vocês são a bola da vez. Vamos trabalhar cada vez mais juntos porque o ensino técnico é uma demanda urgente do país e o presidente Bolsonaro que ver as coisas acontecendo também nesse segmento”, respondeu o ministro.

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

JR Martelinho de Ouro

Eudora – Isabela (43)99930-7585

Parabéns Arapongas

Jacovós & Amigos

Ney Faccio – 01/10

Atom Academia

Clique na Imagem p/Ampliar

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: