Jandaia do Sul

JANDAIA DO SUL :NOTA INFORMATIVA Nº 001/2019 ALERTA SOBRE O SARAMPO

Compartilhe no WhatsApp

NOTA INFORMATIVA Nº 001/2019

ALERTA SOBRE O SARAMPO

A Diretora do Departamento Municipal de Saúde de Jandaia do Sul Elza Maria Ferraz, vem reforçar após a confirmação laboratorial do primeiro caso de Sarampo no Paraná, na região Metropolitana de Curitiba, importado do município de São Paulo, orientações e condutas frente aos surtos de Sarampo que estão ocorrendo no Brasil, sobretudo em São Paulo e em outros países.
O Sarampo é uma doença infecciosa viral aguda, potencialmente grave, de transmissão aérea (secreções de vias aéreas como tossir, espirrar, falar e respirar), extremamente contagiosa, com risco de complicações graves como panencefalite, meningite, miocardite, nefrite, pneumonites, entre outras.
Definição de Caso Suspeito: Pessoa com febre alta, maior que 38,5, tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite seguidos de exantema maculopapular no corpo todo, independente da idade e da situação vacinal; ou todo o indivíduo com história de viagem para regiões de risco nos últimos 30 dias ou de contato com pessoas doentes em locais com circulação do vírus do sarampo no mesmo período.
Período de Transmissibilidade: 6 dias antes e 6 dias após o aparecimento do exantema.
Medidas de Prevenção:
• Manter a carteira vacinal atualizada: A vacina é a principal forma de prevenção. É segura e eficaz;
• Fornecer máscara cirúrgica ao paciente sintomático suspeito de sarampo
• Cuidados especiais com a higiene ajudam a controlar o contágio e a evolução da doença;
• Manter o paciente em isolamento por 7 dias a partir do início do exantema; as crianças com a doença não devem frequentar a escola e creches; trabalhadores devem ser afastados de suas atividades;
• Evitar aglomerações ou locais pouco ventilados;
• Cobrir nariz e boca quando espirrar e tossir, utilizando lenço descartável ou a parte interna do braço, e as mãos. Lavar com frequência o rosto e as mãos com água e sabão, principalmente após tossir ou espirrar, uma vez que estes são veículos importantes para a transmissão do sarampo.
• Não compartilhar copos, talheres, maquiagem e alimentos;

VACINAÇÃO DE ROTINA:
• Pessoas de 1 a 29 anos: ter o registro de 2 (duas) doses da vacina sarampo, caxumba e rubéola;
• Pessoas de 30 a 49 anos: ter o registro de 1 (uma) dose da vacina sarampo, caxumba e rubéola:
• Crianças entre 6 e 11 meses de idade: que se deslocam para áreas com surto ativo de sarampo devem receber 1 dose preferencialmente 15 dias antes da viagem. Esta dose é considerada adicional, tendo que ser realizada outra dose aos 12 meses.
• Profissionais de Saúde: devem ter 2 (duas) doses da vacina sarampo, caxumba e rubéola documentadas, independente da idade;
• CONTRA-INDICAÇÕES DA VACINA: gestantes, imunodeprimidos e crianças menores de 6 meses idade

Ofertas Molicenter – até 17/11

Farmácia São Lucas

Encontro de Violeiros – Canal 38

Molipark – Reservas (43)99657-0277

Inauguração Obras Rua Pavão

Rádio Gospel Hits

Solução Informática e Tecnologia

Jornal Edição de Notícias