Arapongas

Itaipu investe em atualização do parque tecnológico do Honpar

Compartilhe no WhatsApp

A Itaipu Binacional vai investir R$ 15.268.406,37 no projeto de atualização do parque tecnológico da Associação Norte Paranaense de Combate ao Câncer (Honpar), de Arapongas. A vigência do convênio é de um ano e meio.

Com a aquisição de um aparelho de hemodinâmica e ressonância magnética de 3T, o acesso de pacientes encaminhados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) aos exames de diagnóstico de alta complexidade será facilitado, possibilitando um tratamento mais assertivo e menos invasivo a partir da melhor resolução de imagens.

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, Enio Verri, reforça o compromisso da Binacional com a saúde pública, que, segundo ele, “precisa ter condições de oferecer o melhor serviço possível à população, o que demanda equipamentos cada vez mais especializados”.

O gestor do convênio por Itaipu, Waldemar Pilger, afirma que a aquisição dos equipamentos permitirá ao Hospital de Arapongas ficar na vanguarda em relação a instituições de saúde, atendendo com mais qualidade um público que provém de 139 municípios do Estado.

O presidente da Associação Norte Paranaense de Combate ao Câncer, Umberto Tolari, agradece a Itaipu, especialmente a atual gestão, que além da geração de energia elétrica, também se preocupa com a melhoria da qualidade de vida das pessoas, por meio de investimento na área social. “O recurso destinado à Instituição contribui para a melhoria da qualidade dos diagnósticos por imagem e para a realização de procedimentos de alta complexidade minimamente invasivos”, ressalta.

Sete regionais de saúde

O Honpar atende uma população estimada de aproximadamente 120 mil habitantes, principalmente dos municípios pertencentes à 11ª Regional de Saúde de Campo Mourão, 12ª de Umuarama, 13ª de Cianorte, 14ª de Paranavaí, 16ª de Apucarana, 18ª de Cornélio Procópio e 22ª de Ivaiporã, totalizando 139 municípios paranaenses.

Com a implantação do aparelho de hemodinâmica, a instituição poderá disponibilizar no mínimo mais 250 exames pelo SUS e, assim, contribuir com o acesso da população ao tratamento médico especializado, dentro de um tempo razoável. Os procedimentos hemodinâmicos, especialmente de cateterismo e angioplastias, são os mais demandados.

Já o aparelho de ressonância magnética de 1,5T vai possibilitar a redução da fila de espera para esse tipo de procedimento. Só a Regional de Cornélio Procópio, por exemplo, tem 400 pacientes aguardando o agendamento desse exame. O hospital tem 350 exames contratados pelo SUS.

Honpar

A Associação Norte Paranaense de Combate ao Câncer, entidade privada sem fins lucrativos, é caracterizada como hospital geral de grande porte, referência para o atendimento médico hospitalar de alta complexidade em oncologia, cardiologia, ortopedia e traumatologia, neurocirurgia, entre outras, e é referência para o atendimento médico-hospitalar de média e alta complexidade para pacientes encaminhados pelo SUS através da Central de Leitos do Paraná e da CNRAC – Central Nacional de Regulação de Alta Complexidade.

O hospital foi fundado há 30 anos e há 15 passou a atuar também no segmento de ensino e pesquisa, inicialmente com o credenciamento dos cursos de residência médica e, posteriormente, foi reconhecido como hospital. Atualmente, a instituição disponibiliza vagas para residência médica nas especialidades de Anestesiologia, Cardiologia, Cirurgia Geral, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Ortopedia e Traumatologia.

Informações: TNOnline

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Clique para ampliar

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

André Quiroga

Clique para ouvir

Noite de Queijos e Vinhos

Jornal Edição de Notícias

Resumo de Notícias Mensal

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: