Ocorrência Policial

Homem que matou mulher por causa de cigarro é indiciado por homicídio, em Arapongas

Compartilhe no WhatsApp

Gilmar Mezzacasa, 55 anos, foi indiciado pela morte de Adan Cristiane Lourenço, 36 anos, assassinada com uma facada no tórax, no início do mês, em Arapongas. A Polícia Civil concluiu u inquérito do crime, que foi praticado no início do mês, na praça da Igreja Matriz.

Mezzacasa confessou a autoria e contou que esfaqueou a vítima “porque ela sempre que o via ficava pedindo cigarro e dinheiro”. Ele foi autuado por homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil e permanece preso na cadeia pública da cidade.

O crime
Após ser atingida, Adan Cristiane Laureano foi atendia pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhada ao Hospital Norte do Paraná (Honpar). Porém não resistiu e faleceu.

De acordo com informações da Guarda Municipal, a mulher seria uma moradora de rua daquela região e, após uma discussão, acabou sendo esfaqueada por outro morador de rua. A GM prendeu o autor e com ele apreendeu uma faca suja de sangue que estava na cintura do suspeito.

TN ONLINE

Ofertas Molicenter Até 01/09

Explosão de Milagres 09 a 15/09

8ª Feijoada Beneficente 15/09

8ª Feijoada Com Música ao Vivo

As Cores do Samba

Instituto Quarks

Rádio Gospel Hits

Marmitaria Temperos da Vovó

Solução Informática e Tecnologia

Zé da Balada