Geral

Durante quarentena, culinária se torna hobbie de brasileiros

Compartilhe no WhatsApp

O ano de 2020 foi atípico. Diante da pandemia, o mundo precisou se reinventar e encontrar novas formas de aprender, trabalhar e se distrair. Com isso, o tráfego na internet aumentou. De acordo com a Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações, o uso do ciberespaço cresceu entre 40% e 50% no Brasil durante o período de quarentena.
Com isso, as redes sociais também viram o número de usuários crescer. O Instagram, que já tem mais de 1 bilhão de usuários, passou a receber 500 milhões de acessos todos os dias, de acordo com dados da própria plataforma. Já o Facebook viu 1,8 bilhões de pessoas se conectarem diariamente na rede. Estas, passam ao menos meia hora na plataforma, citando dados internos do Facebook.

O YouTube, plataforma de vídeos on-line, seguiu a tendência. Ainda assim, o conteúdo pesquisado na plataforma foi bem específico: os usuários passaram a realizar buscas acompanhadas dos termos “em casa” e “sem equipamento”. Entre março e novembro de 2020, as palavras foram visualizadas mais de 190 milhões de vezes no Brasil, citando informações disponibilizadas pelo próprio YouTube.

Além disso, os internautas dedicam mais tempo vendo vídeos agora. De acordo com a pesquisa ComScore VideoMetrix, os acessos cresceram 91% somente no mês de julho de 2020, quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Também houve aumento do tempo passado no site.

Procura por receitas

De acordo com o G1, cada vez mais, cozinhar faz parte da rotina dos brasileiros. Ainda assim, a busca por processos simples é uma realidade. Receitas com o termo “fácil” em seu título foram vistas mais de um bilhão de vezes em apenas seis meses, entre março e setembro. Ainda citando o YouTube, foi possível ver um crescimento de 55% no consumo de conteúdos que apresentavam preparação de refeições.

Cristiano Landolfi e Monique Landolfi, CEOs da marca Receitas Aprenda, disseram que o apreço do brasileiro pela culinária no último ano trouxe resultados positivos para suas redes sociais. “Durante a pandemia, vimos o volume de seguidores crescer muito. Alcançamos mais de 4 milhões de pessoas todos os dias, totalizando 5 milhões de seguidores em sua página no Facebook”, comenta Cristiano.

Compartilhando receitas fáceis, como bolos e refeições que podem ser preparadas em poucos minutos, o canal da Receitas Aprenda já reúne mais de 264 mil inscritos no YouTube. Alguns vídeos têm mais de 2 milhões de visualizações.

“Todos os meses recebemos novos seguidores. Somando todas as redes sociais já temos mais de 6 milhões de seguidores. Nosso alcance é longo e trabalhamos para mantê-lo, trazendo engajamento e interagindo com os pedidos de novas receitas. É muito divertido e gratificante”, finaliza Monique.

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Aravel

JR Martelinho de Ouro

Dia das Mães

Depilação a Laser Crystal 3D

Atom Academia

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: