Geral

Covid-19 deixa bebês órfãos de mãe em Maringá e Sarandi

Compartilhe no WhatsApp

Théo Gabriel não terá a chance de conhecer quem o trouxe ao mundo. Sua mãe, Mônica Alves, morreu aos 36 anos de idade, vítima da covid-19, poucos dias após dar à luz. Em Maringá, ela foi a primeira puérpera – mulher que acabou de ter bebê – a morrer por complicações da doença.
Sem comorbidades, Mônica testou positivo para a covid-19 no dia 14 de fevereiro deste ano. Após complicações da doença, os médicos realizaram o parto prematuro do Théo, que nasceu saudável. Mas a mãe precisou ser entubada e faleceu no dia 7 de março.

Além do Théo, Mônica deixou outros três filhos: Miguel Fernando, de 1 ano e meio, Eloyse Victória, de 5 anos, e Yan Bruno, de 14, e o marido, Fernando Rodrigues Crisostomo, de 38 anos, que tem buscado forças para manter a família em meio ao luto. Todos pegaram covid-19, menos o recém-nascido.
TN ONLINE

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Aravel

Dia das Mães

Depilação a Laser Crystal 3D

Atom Academia

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: