Paraná em Notícias

Com foco em sustentabilidade e pequenos negócios, BRDE busca ser o maior em fomento do País

Compartilhe no WhatsApp

Com aumento expressivo na carteira de ativos e de clientes nos últimos anos, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) focará seus esforços em ampliar as políticas voltadas à sustentabilidade ambiental e à oferta de créditos aos pequenos e médios empreendedores. A estratégia foi discutida nesta terça-feira (06), durante um encontro entre a diretoria do banco e o governador Carlos Massa Ratinho Junior, em Curitiba.

Segundo o governador, o banco cumpre um papel fundamental para alavancar a economia dos estados do Sul do Brasil. “O BRDE ajuda no desenvolvimento dos três estados com uma estrutura enxuta, o que demonstra a eficiência da instituição. O grande desafio, que já está sendo superado, é popularizar cada vez mais o acesso ao banco, fazendo com que mais empreendedores tenham possibilidade de usufruir de linhas de crédito”, afirmou.

Para Ratinho Junior, as novas iniciativas do banco demonstram que a instituição está atenta às constantes mudanças no cenário nacional e regional. “É um grande orgulho para o Paraná ter esse patrimônio, que continua crescendo e acompanha as necessidades da sociedade e da iniciativa privada e que está abrindo os seus serviços ao setor público. Tivemos a sorte de ter no Sul três governadores que se entendem e que devem garantir a continuidade de uma boa gestão no BRDE”, concluiu.

ABRANGÊNCIA – Atualmente, o BRDE possui quase 40 mil clientes ativos e está presente em cerca de 96% dos municípios do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Até outubro de 2022, sua carteira de crédito totalizava R$ 14,9 bilhões. Entre 2019 e 2022, o banco também bateu recordes anuais seguidos de crescimento em patrimônio líquido.

De acordo com o presidente do BRDE, Wilson Bley Lipski, a atual gestão conseguiu consolidar um novo papel institucional ao banco de fomento, que é atualmente o quarto maior do Brasil e o maior da região da Sul.

“Fizemos um plano estratégico muito bem adequado e conseguimos cumprir todas as metas. Agora, o BRDE é um banco que se orienta para a sustentabilidade e que vem construindo novas políticas a partir do diálogo com a sociedade. Com números cada vez melhores, queremos que ele seja o maior e melhor banco de desenvolvimento do Brasil e pulverizar ainda mais os nossos recursos”, explicou.

SUSTENTABILIDADE – Na última semana, o BRDE aprovou um Plano de Ações sustentáveis de curto, médio e longo prazos, cuja meta é aproximar o banco das necessidades da sociedade e de um ambiente mais sustentável. O planejamento prevê três eixos: atividades e processos internos, apoio a projetos sociais por meio de leis de incentivo fiscal e financiamentos do banco destinados a projetos verdes e sustentáveis.

Uma das ações é o Banco Verde, que estabelece critérios para conceder crédito a projetos sustentáveis. O objetivo é apoiar iniciativas que sejam pautadas no desenvolvimento socioambiental por meio de edital de credenciamento. Através dele, é feita uma análise diferenciada, com precificação específica para projetos que assumam o compromisso com o chamado carbono zero – neutralização da emissão de gases do efeito estufa por meio de ações compensatórias.

CRÉDITO FACILITADO – Outro objetivo é o crédito personalizado para linhas como inovação e empreendedorismo feminino. Um dos programas que já apresenta resultados práticos consistentes é o Empreendedoras do Sul, que direcionou R$ 212 milhões para negócios voltados para mulheres, diversidade de gênero e inclusão desde que foi criado, em março de 2021.

Apenas em 2022, foram movimentados R$ 113 milhões, dos quais R$ 60 milhões foram direcionados ao Paraná, seguido por Rio Grande do Sul, com R$ 40 milhões, e Santa Catarina, com R$ 13 milhões. Os recursos ajudam pequenos e médios negócios nas áreas de agropecuária, comércio e serviços e infraestrutura e indústria. A linha de crédito é direcionada a empresas que tenham ao menos 40% do seu capital social de sócias mulheres.

PRESENÇAS – Participaram do encontro o vice-governador Darci Piana; o chefe da Casa Civil, João Carlos Ortega; e, pelo BRDE, o diretor Administrativo, Luiz Carlos Borges da Silveira, o diretor de Planejamento e Operações, Otomar Vivian, o superintendente do Paraná, Paulo Starke, o chefe de gabinete, Anderson Amâncio, e os conselheiros João Biral Junior e Wagner Carlos Aichner.

Agência Estadual de Notícias

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Curso de Massoterapia

Cuidar da Saúde

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

Vaga de Emprego

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: