Apucarana

CMEIs recebem nomes em tributo a ex-professores de Apucarana

Compartilhe no WhatsApp

A lei nº 054/2021 denomina de CMEI Professor João Baptista Mareze a unidade escolar que está sendo edificada no Núcleo Habitacional Afonso Alves de Camargo. “O Professor Mareze foi um dos docentes que me inspiraram a seguir a carreira do magistério. Durante sua trajetória de vida, ele lecionou matemática em diversos colégios da nossa cidade, como o Alberto Santos Dummont, o Izidoro Luiz Cerávolo e o Nilo Cairo. Deu aulas também no ensino superior, na Faculdade Estadual de Ciências Econômicas de Apucarana (Fecea)”, afirmou a secretária de Educação, Marli Fernandes.

Já o centro infantil que está sendo construído no Sanches dos Santos será intitulado de CMEI Professora Maria Onide Balan Sardinha, de acordo com o projeto de lei nº 055/2021. “A pandemia de Covid-19 fez com que nós perdêssemos muitos familiares e amigos queridos. A Professora Maria Onide foi uma delas. Da mesma forma que o professor João Baptista Mareze, ela era servidora de carreira da rede estadual de ensino e lecionou em diversos colégios da nossa cidade. Por mais de dez anos, ela comandou também o Núcleo Regional de Educação de Apucarana”, disse o prefeito Junior da Femac.

O Professor Antônio Renilson Rivato foi escolhido como patrono do centro infantil que está sendo erguido no Jardim Catuaí III (Projeto de lei 057/2021). “Com mais de 35 anos de carreira no magistério, ele contribuiu para a formação de várias gerações de apucaranenses. Professor Rivato trabalhou como docente nos colégios Platão, São José, Izidoro Luiz Cerávolo e Carlos Massareto, ministrando as disciplinas de História, Geografia, Ciências Sociais e Organização Social e Política Brasileira (OSBP). Além de professor, costumava dedicar-se ao desenvolvimento de atividades de cunho social para ajudar os menos favorecidos”, lembrou a secretária de educação.

Já os centros infantis Vila Nova e Sol Nascente terão as denominações alteradas e passarão a ser chamados respectivamente de CMEI Professora Marisa Beltoni Felipe (Projeto de lei nº 053/2021) e CMEI Professora Tatiane Andreia Agrela Felippe Chinelli (Projeto de lei nº 056/2021).

Junior da Femac lembra que a Sra. Marisa Beltoni Felipe nasceu em Apucarana,e era filha de José Beltoni e Maria de Lourdes Rezende Beltoni, pioneiros na cidade. “Ela estudou no Colégio Nossa Senhora da Glória e se formou professora. Casou-se com Eros Felipe e participou da fundação da Indústria Têxtil Apucarana Ltda. Marisa, falecida em 2018, é lembrada por todos pela sua educação, cordialidade e bondade, sempre disposta a ajudar ao próximo. Ele fez parte da primeira diretoria voluntária do Grupo SOMA – Somando Amor pela Infância e Adolescência, responsável pelo Lar Sagrada Família, um abrigo que acolhe crianças e adolescentes em situação de risco”, relatou o prefeito, justificando a homenagem.

“Fiquei particularmente emocionada quando o prefeito Junior da Femac anunciou, durante uma reunião com os diretores escolares, qual nome ele havia escolhido para rebatizar o CMEI Sol Nascente. A Tatiane Chinellli era assistente infantil da própria rede municipal de ensino e, desde 2012, respondia como diretora do CMEI Maria dos Santos Gravena. Infelizmente, ela e o marido faleceram no mês de maio, após contraírem o novo coronavírus, e deixaram um filho adolescente e outra recém-nascida. A homenagem é justa porque ela sempre foi uma profissional muito competente e dedicada”, concluiu a secretária Marli.

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

JR Martelinho de Ouro

Eudora – Isabela (43)99930-7585

Parabéns Arapongas

Jacovós & Amigos

Ney Faccio – 01/10

Atom Academia

Clique na Imagem p/Ampliar

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: