Apucarana

Câmara aprova projetos que reajustam salários de servidores públicos municipais de Apucarana

Compartilhe no WhatsApp

Câmara Municipal de Apucarana aprovou, na manhã deste sábado(21), os projetos de lei que definem o reajuste salarial de 7% para os servidores públicos municipais da administração direta e indireta. Os vereadores participaram de duas sessões extraordinárias, convocadas em regime de urgência, para votar quatro projetos de lei que regulamentar os reajustes e revisão salariais. Três projetos foram enviados pelo Executivo Municipal e um é de autoria da Mesa Diretora da Câmara Municipal. Os projetos foram aprovados por unanimidade.

O plenário da Câmara Municipal esteve lotado, com a presença de servidores municipais, sindicatos, representantes do Executivo Municipal e da sociedade civil organizada.

As sessões extraordinárias foram as primeiras atividades do ano e da nova mesa diretora da Câmara, presidida pelo vereador Luciano Augusto Molina Ferreira (PL), tendo como vice, o vereador Tiago Batista Cordeiro de Lima (MDB), como 1º secretário, o vereador Rodrigo Lievore Recife (União) e, como 2º secretário, o vereador Mauro Bertoli (União).

O presidente da Câmara, Luciano Molina, destaca a importância do momento econômico do país, especialmente pelos impactos decorrentes da pandemia da Covid 19, para dimensionar os esforços da gestão pública municipal em conceder o reajuste de 7% aos servidores. “Todos gostaríamos de estar discutindo valores maiores. Mas hoje estamos num momento em que é preciso comemorar essa conquista, que é de todos os servidores”, destaca.

  

PROJETO DE LEI 01/2023

O projeto de lei 01/2023, do Executivo Municipal, permite a antecipação, em caráter excepcional, da data-base para a revisão/reajustes de vencimentos e remuneração dos servidores públicos, da administração direta e indireta. A data-base, conforme a Lei Municipal 156/2015 ocorre em 19 de fevereiro de cada ano e, para este ano, é antecipada para 1º de janeiro.

Na argumentação, o Executivo explica a necessidade de antecipação da data-base decorre de acordo estabelecido com o Sindicato dos Servidores Municipais de Apucarana e Região, no sentido de minorar as perdas decorrentes dos efeitos da pandemia sobre a economia.

 

PROJETO DE LEI 02/2023

Já o Projeto de Lei 02/2023, também do Executivo Municipal, concede reajuste anual aos vencimentos dos servidores ativos e inativos, pertencentes ao quadro de pessoal permanente do município, da Autarquia Municipal de Saúde (AMS), da Autarquia Municipal de Serviços Funerários (Aserfa), do Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento de Apucarana (Idepplan), aos cargos de provimento em comissão e da Autarquia Municipal de Educação (AME), exceto aos profissionais do Magistério, regidos pela Lei Municipal No. 80/2022.

O reajuste definido é de 7% a partir de 19 de janeiro de 2023.

O projeto ainda prevê que os valores atribuídos aos subsídios do prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e do procurador geral do Município, serão revistos na proporção de 5,93%, correspondente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), acumulado de janeiro de 2022 a dezembro de 2022.

  

PROJETO DE LEI 03/2023

Outro projeto de lei enviado em regime de urgência pelo Executivo Municipal é o 03/2023, pelo qual se determina o reajuste dos vencimentos dos professores da rede pública municipal de Apucarana, com o intuito de garantir o pagamento do piso nacional da categoria, homologado pela portaria 17, de 16 de janeiro de 2023, do Ministério da Educação.

Conforme o Projeto 03/2023, é implantado o valor de R$ 4.420,55 como vencimento inicial dos cargos dos profissionais do Magistério Público do Município, com carga horária de 40 horas semanais.

  

PROJETO DE LEI 04/2023

 Por sua vez, o Projeto de Lei 04/2023, de autoria da Mesa Diretora da Câmara Municipal, concede o reajuste anual de 7% aos vencimentos dos servidores ativos e inativos pertencentes ao quadro de pessoal permanente e aos cargos de provimento em comissão do Legislativo Municipal. O projeto também dispõe sobre a revisão emn 5,93% do subsídio mensal do presidente, vereadores, diretor administrativo e do procurador geral.

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Curso de Massoterapia

Cuidar da Saúde

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

Vaga de Emprego

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: