Apucarana

Ato no Lago Jaboti vai homenagear cabo Ricieri Chagas

Ato no Lago Jaboti vai homenagear cabo Ricieri Chagas
Ato no Lago Jaboti vai homenagear cabo Ricieri Chagas
Compartilhe no WhatsApp

Integrantes da Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros de Apucarana farão uma homenagem na manhã deste domingo (24) ao cabo Ricieri Chagas, que morreu após ser baleado por criminosos durante tentativa de assalto a uma empresa de valores em Guarapuava, na região central do Paraná. Chagas tinha 48 anos, sendo 26 deles dedicados à polícia.

A homenagem será prestada às 10h30 no entorno do Lago Jaboti. O ato foi determinado pelo comandante-geral da Polícia Militar do Paraná (PMPR), coronel Hudson Leôncio Teixeira, e deve ocorrer em todo o Estado. 

Às 10h30min (horário da morte encefálica do cabo Ricieri) todas as guarnições de serviço da Polícia Militar do Paraná e do Corpo de Bombeiros do Paraná prestarão homenagem.

MORTE

A morte do policial foi confirmada no sábado (23). O comunicado foi feito pelo novo comandante do 16º Batalhão de Polícia Militar (BPM), Major Flávio Ferraz. A reportagem é do portal G1.

À RPC, o comandante disse que fez o comunicado representando a família do cabo. Ricieri estava na viatura alvejada por criminosos na noite do último domingo (17). A polícia lamentou a perda do militar, que estava na corporação há 26 anos. Ricieri foi a única vítima do ataque que morreu. Além dele, outras duas pessoas ficaram feridas, sendo elas um segundo PM e um civil. O militar deixou a esposa e dois filhos.

Junto a Ricieri, outros dois policias e um cachorro estavam no veículo alvejado: o cabo Wendler, que não se feriu e foi salvo de um tiro de fuzil que acertou o celular dele; e o cabo José Douglas Bonato, que foi baleado na perna e recebeu alta do hospital. O animal não se feriu.

Todos eles deixavam a sede do 16º batalhão, em Guarapuava, quando foram surpreendidos por parte do grupo criminoso, que fez diversos disparos contra a viatura de acordo com o secretário de Estado Segurança Pública do Paraná, coronel Romulo Marinho Soares.

Um civil, que não teve o nome revelado, foi atingido dentro de casa. Ele mora próximo da transportadora de valores. Segundo a PM, ele recebeu atendimento médico e foi liberado.

Ao menos 30 criminosos estavam envolvidos na tentativa de assalto. Até este sábado (23), duas pessoas foram ouvidas como suspeitas, mas foram liberadas.

Informação TNOnline

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Tonél Decor

Vendo ou Troco Apartamento

Dia das Mães

Fala Aí – 87,9 FM

JR Martelinho de Ouro

Açucaradus

Atom Academia

Promoção Beneficente 22/05

Cursos Gratuitos

Clique na Imagem p/Ampliar

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: