Arapongas

Arapongas prestou mais de 72 mil atendimentos nos 18 Horas e Unidades 24h nas últimas oito semanas

Compartilhe no WhatsApp

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, Arapongas registrou nas últimas oito semanas 72.839 atendimentos distribuídos nas cinco Unidades de Prontos Atendimentos –  sendo a UPA 24 do Jardim Caravelle, 24h Alberto Esper Kallas, na Vila Industrial e nos três 18 Horas (Jardim Petrópolis, Zona Sul e Conjunto Flamingos). “Estes Prontos Atendimentos têm sido fundamentais durante este período de epidemia de dengue que estamos vivendo”, afirma o secretário da pasta, Moacir Paludetto Jr.

Ainda conforme o relatório, os atendimentos se demonstraram constantes, porém com uma média de 9.105 atendimentos semanais – dos quais mais de 3.000 foram realizados somente na UPA. A UPA ainda possui um Pronto Atendimento Infantil (PAI) com recepção e triagem própria e equipe médica que atendem exclusivamente a pediatria.

Alta demanda também no Laboratório Municipal (ao lado da UPA), que foi responsável pela realização de exames de hemograma de todos os pacientes atendidos com sintomas de dengue. Além disso, a grande demanda resultou também no período de espera dos pacientes, fazendo com que a Secretaria de Saúde reforçasse as equipes médicas destes locais. “Com um número tão expressivo de atendimentos, o número de casos urgentes também aumenta e a consequência é retratada pelo longo período de espera dos casos mais leves, gerando transtorno em parte da população e estresse nos profissionais de saúde que lá estão”, reconhece Paludetto Jr. Contudo, buscando soluções estratégicas e eficazes, além das Unidades de Prontos Atendimentos, as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) continuam a dar suporte no acompanhamento destes pacientes com orientações, atendimentos e leituras dos exames realizados. 

QUEDAS
A Secretaria de Saúde afirmou que nas duas últimas semanas o município apresentou uma leve tendência de queda no número de atendimentos de 4% – se comparado com as duas semanas anteriores. “O maior percentual de queda de atendimentos foi registrado no 24h Alberto Esper Kallas, com uma queda de 6,9%. Em números absolutos, isso representa uma queda de 877 pacientes durante este período”, complementa Moacir. 

BOLETIM
Em novo boletim epidemiológico da dengue – de 21/04 a 27/04 – Arapongas soma 5.086 notificações, 3.099 casos confirmados, 425 em investigação 1.562 negativos e quatro óbitos. Entre os municípios acima de 100 mil habitantes da região, Arapongas permanece com a menor incidência de casos e de óbitos. “Infelizmente os estudos comprovam que os fatores climáticos como as ondas de calor com períodos cada vez maiores favorecem a proliferação do mosquito, a circulação de pessoas e, consequentemente, a transmissão do vírus. Por isso, todos precisamos combater o Aedes aegypti”, alerta o coordenador do Controle de Endemias, Valdecir Pardini. 
VACINAÇÃO
Arapongas segue vacinando contra a dengue. A campanha atende o público na faixa etária de 10 a 14 anos. “Porém, até agora, das 2.187 doses recebidas, apenas 1.219 crianças receberam a 1ª dose. Neste caso a responsabilidade é exclusivamente dos pais e responsáveis por estas crianças. A segunda dose é realizada 90 dias após a realização da primeira”, acrescentou o secretário da Saúde, Moacir Paludetto Jr. 
Veja os locais de vacinação: https://www.arapongas.pr.gov.br/saude/

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Clique para ampliar

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

André Quiroga

Clique para ouvir

Noite de Queijos e Vinhos

Jornal Edição de Notícias

Resumo de Notícias Mensal

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: