Apucarana

Alunos de Apucarana aprendem sobre diversidade étnico-racial

Alunos de Apucarana aprendem sobre diversidade étnico racial
Alunos de Apucarana aprendem sobre diversidade étnico racial
Compartilhe no WhatsApp

A Autarquia de Educação (AME) e o Movimento da Consciência Negra (MACONE) firmaram parceria para o desenvolvimento de um projeto de conscientização sobre diversidade étnico-racial, convivência e respeito nas escolas municipais de Apucarana. Desde o início do ano letivo, aproximadamente nove mil alunos, das turmas da Educação Infantil, dos anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) e da Educação de Jovens e Adultos, estão refletindo sobre o tema por meio de palestras, teatros, apresentações musicais, mostras de capoeira e livros de literatura africana.

“O intuito do projeto Valorização à Cultura Afro-Brasileira é promover nas escolas debates sobre o importante papel do povo africano na formação histórica do Brasil, reconhecendo a luta dos negros e suas contribuições nas diversas áreas da nossa sociedade,” explicou a secretária de educação Marli Fernandes.

O projeto aborda temas contemporâneos e transversais previstos na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), como a Educação em Direitos Humanos, a Diversidade Cultural e a Educação para Valorização do Multiculturalismo nas Matrizes Históricas e Culturais do Brasil.

Ele também está de acordo com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU), na medida em que ajuda a promover a paz, a justiça e a redução das desigualdades.

O prefeito Junior da Femac enalteceu o desenvolvimento das atividades de conscientização na rede municipal de ensino de Apucarana. “O preconceito geralmente vem da desinformação e da falta de conhecimento. Então, se quisermos construir uma sociedade mais igualitária e melhor para todos, precisamos discutir essas questões com os meninos e meninas desde a primeira infância. Parabéns aos autores do projeto”, disse.

O presidente do MACONE, Carlos Figueiredo, também avaliou como positiva a parceria com a Autarquia Municipal de Educação. “Nós vivemos em uma sociedade muito excludente, onde nos deparamos a todo o momento com situações de preconceito e discriminação. Então, ficamos muito felizes com essa oportunidade de poder orientar os alunos sobre a prevenção ao racismo. Eu gosto muito da frase do ícone Nelson Mandela que diz que ‘ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor da sua pele, por sua origem ou religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender. E, se podem aprender a odiar, elas podem ser ensinadas a amar’. Neste sentido, estamos semeando um pouquinho da nossa cultura negra, que é tão rica e diversa, no coração das crianças apucaranenses,” afirmou.

As atividades do projeto Valorização à Cultura Afro-Brasileira devem prosseguir até 20 de novembro, quando se celebra o Dia Nacional da Consciência Negra.

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Tonél Decor

Vendo ou Troco Apartamento

Kombucha da Si – Clique Vídeo

Fala Aí – 87,9 FM

JR Martelinho de Ouro

Costelada Grande Parada

Açucaradus

Atom Academia

Cursos Gratuitos

Clique na Imagem p/Ampliar

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: