Paraná em Notícias

99 professores do Paraná vão embarcar em outubro para cursos no Canadá e Finlândia

Compartilhe no WhatsApp

O governador Carlos Massa Ratinho Junior recebeu nesta segunda-feira (28), no Palácio Iguaçu, os 99 professores selecionados para o programa de intercâmbio Ganhando o Mundo. Os docentes da rede estadual de ensino vão viajar em outubro para Finlândia e Canadá, onde participarão de cursos de formação continuada.

Esta é uma nova fase do programa, que já levou 200 alunos da rede pública estadual ao Canadá e à Nova Zelândia para estudar inglês. Desta vez, 75 professores passarão três semanas no Canadá e 24 professores ficarão um mês na Finlândia.

“A gente tem buscado criar ferramentas para que o Paraná se consolide cada vez mais como a melhor educação do Brasil. A nossa missão é poder criar ambientes para que estes professores estejam cada vez mais preparados. Neste caso, eles vão se capacitar em dois países que são referência nesta área, para voltar e replicar este conhecimento nas escolas onde trabalham”, disse o governador.

Os educadores embarcam em outubro. Durante o período de intercâmbio, os educadores terão vários cursos em instituições de ensino locais, como gestão de sala de aula, metodologias ativas, currículo por habilidades e competências, orientação pedagógica, sistema educacional local, avaliação de aprendizagem, educação inclusiva, além de momentos de vivência nas escolas de educação básica do país de destino.

Eles também produzirão projetos educacionais ou propostas de curso de curta duração, que serão colocados em prática após o retorno ao Brasil.

“Este é um programa muito importante para o desenvolvimento profissional de cada professor participante, mas também para o desenvolvimento da educação do Paraná como um todo, porque estes educadores serão multiplicadores, trazendo toda uma bagagem adquirida para transmitir aos seus colegas”, afirmou o secretário de Educação, Roni Miranda.

O investimento total nesta edição do Ganhando o Mundo é de R$ 3,9 milhões. O Governo do Estado vai arcar os custos de passagem aérea internacional de ida e volta dos professores, deslocamento, alojamento, alimentação e outras despesas relacionadas à viagem.

TROCA DE EXPERIÊNCIAS – Os selecionados poderão vivenciar experiências em instituições de ensino diferentes, tendo contato com outras culturas e trocando informações com profissionais de outros países.

A professora Carolina Ferreira, de Guarapuava foi uma das selecionadas. Ela disse que que está com muitas expectativas pela experiência que terá na Finlândia. “É mais do que um sonho porque nunca imaginei que poderia ir um dia para um país como a Finlândia, que tem a melhor educação do mundo, para fazer uma formação pedagógica. Acredito que vamos aprender muito e trazer bastante coisa nova aqui pro Paraná”, disse.

Os educadores que vão para o Canadá compartilham deste mesmo sentimento. É o caso da professora de geografia Irvanda Serafini, de Mercedes, na região Oeste do Estado. “Nem passaporte eu tinha e agora vou para outro país neste processo de formação continuada. Eu me inscrevi neste programa porque sempre busco formas de inovar nos métodos de ensino procurando formas de promover uma educação de qualidade, que é o que este programa promove”, afirmou.

SELEÇÃO – Os professores selecionados participaram de um edital aberto pela Secretaria de Educação. A seleção levou em conta dois critérios: experiência no programa Formadores em Ação e uma prova didática, em que era necessário elaborar um plano de ação abordando uma situação-problema do ambiente escolar e uma proposta de solução. As vagas foram abertas para professores ou pedagogos cursistas e professores ou pedagogos formadores de todas as regiões do Estado.

Também foi preciso fazer um teste de proficiência em inglês, o que ajudou a determinar o país de destino do participante. O candidato que teve nota igual ou superior à B2, conforme o Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas (CEFR), foi classificado para as vagas na Finlândia (onde o curso será ministrado em língua inglesa). Os que tiveram nota inferior à B2 foram classificados para as vagas no Canadá (onde a formação será em português).

Os professores selecionados para o Canadá ainda terão um curso preparatório de inglês ofertado pela Secretaria de Educação, para que possam se comunicar no país.

GANHANDO O MUNDO – O programa foi criado para possibilitar a ampliação do repertório cultural e acadêmico de estudantes e professores. No caso dos alunos, a ideia é permitir vivências e experiências na realidade de outros países, consolidando uma rede de jovens líderes que atuarão nas escolas da rede pública estadual de ensino do Paraná, além de potencializar o desenvolvimento da autonomia e aperfeiçoar o domínio da língua inglesa.

Além dos 200 alunos que já fizeram intercâmbio no Canadá e Nova Zelândia, o programa vai levar mil alunos para Austrália, Canadá, Estados Unidos, Inglaterra e Nova Zelândia no início de 2024, além de um grupo de 40 alunos que viajará para a França.

PRESENÇAS – Também estiveram presentes na cerimônia o vice-governador Darci Piana; a cônsul honorária da Finlândia, Roseanne Lunardelli Salomon Fontana; o chefe da Casa Civil, João Carlos Ortega; a secretária da Mulher e Igualdade Racial do Paraná, Leandre Dal Ponte; o secretário da Comunicação, Cleber Mata; e os deputados estaduais Ademar Traiano, Alexandre Curi, Hussein Bakri, Anibelli Neto, Pedro Paulo Bazana, Batatinha e Gilberto Ribeiro.

Agência Estadual de Notícias

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Clique para ampliar

Dia da Mulher

Clique para ampliar

Kombucha da Si – Clique Vídeo

JR Martelinho de Ouro

Jornal Edição de Notícias

Resumo de Notícias Mensal

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: