Notícias Geral

Plantão vai ser reduzido no IML de Apucarana por falta de médicos legistas

Compartilhe no WhatsApp

Os médicos legistas Ângelo Haiashi e Narciso Marque Moure, do Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana, confirmaram nesta quarta-feira (12) que o atendimento no órgão vai ter mudanças por conta da falta de profissionais para realizar os plantões noturnos e durante dois finais de semana por mês, já a partir dos próximo dia 16. Um cartaz explicando a situação foi colado na porta principal do órgão. O motivo é a escassez de pessoal, já que os governo do Estado dispensou dois médicos após vencimento de contrato após Processo Simplificado de Seleção (PSS).

“Esses plantões de finais de semana para realização de necropsias eram feitos através de revezamento entre quatro médicos no IML de Apucarana, mas agora somos apenas dois porque o governo do Estado não renovou contrato com os outros dois profissionais e vamos nos revezar nos plantões em dois finais de semana por mês. Nos outros dois finais de semana os corpos deverão ser encaminhados ao IML de Londrina ou Maringá para exames de necropsias em dois finais de semana”, detalhou o médico Narciso Marque Moure.

O legista acrescentou que os exames clínicos continuarão a ser realizados normalmente as segundas e sextas-feiras normalmente.

Reclamação
Nesta quarta-feira (12)

Demanda é grande
A demanda de trabalho no Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana inclui diversos tipos de serviços, como exame de corpo de delito, exumação e necropsia. Dentre as atividades atribuídas ao órgão está a manutenção na geladeira dos corpos de vítimas de mortes violentas sem identificação até que um juiz conceda alvará de sepultamento, após o cumprimento de prazos e trâmites burocráticos.

O auxiliar de necropsia Áureo Francisco Silva Filho conta que um corpo já chegou a ficar oitos meses na geladeira por conta desse tipo de situação. Segundo ele, em média, cerca de 30 corpos são necropsiados no órgão mensalmente.

Molicenter Sup Ofertas 21-22 e 23/09

Molipark

Solução Informática e Tecnologia