Arapongas

Arapongas implanta Patrulha Maria da Penha

thumb (6)

Foi realizada nesta quinta-feira, 19, no Auditório do Paço Municipal, a cerimônia de implantação da Patrulha Maria da Penha em Arapongas. O trabalho será feito através de um Termo de Cooperação Técnica celebrado entre o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná e a Prefeitura de Arapongas, através das secretarias de Segurança Pública e Trânsito e Assistência Social.

Estiveram presentes a solenidade o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná Desembargador Paulo Roberto Vasconcelos, a Coordenadora Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar Desembargadora Denise Kruger Pereira, a diretora do Fórum de Arapongas Juíza Raphaela Benetti da Cunha Rios, o prefeito Padre Beffa, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores Valdeir José Pereira, o Maringá, além de secretários municipais, vereadores e demais autoridades.

A patrulha leva o nome da Lei Maria da Penha – que trata da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. É um serviço de atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica que possuem medidas protetivas de urgência expedidas pelo Judiciário. A proposta consiste em visitas periódicas às residências de mulheres em situação de violência doméstica e familiar, para verificar o cumprimento das medidas protetivas de urgência e reprimir atos de violência. Iniciada em Curitiba, a “patrulha” já se espalhou por diversos municípios brasileiros, com resultados exitosos.

Os agentes públicos integrantes da “patrulha” em Arapongas somam 54 pessoas, entre Guardas Municipais, Conselheiros Tutelares e representantes das Polícias Civil e Militar. Todos passaram por capacitação com carga horária de 20 horas abordando diversos aspectos do tema. Durante a cerimônia, os agentes receberam os certificados de conclusão e capacitação para o trabalho.
Na oportunidade, a vereadora Irondi Pugliesi, muito emocionada, deu início aos pronunciamentos relembrando sua trajetória em prol dos direitos e proteção da mulher. Ela ressaltou ainda o empenho do prefeito Padre Beffa e toda equipe para garantir a implantação da Patrulha Maria da Penha.

O secretário de Segurança Pública e Trânstio, Antonio Aparecido de Oliveira, destacou a importância da Patrulha Maria da Pena e a grandiosa participação da GM. “Hoje damos início a um importante projeto para promoção da segurança da mulher. Agradeço a todos que não mediram esforços até que a Patrulha Maria da Penha fosse uma realidade em Arapongas, nossos guardas municipais que prontamente adotaram a ideia e estiveram a frente desse grande projeto. Muito obrigada ao prefeito Padre Beffa, vereadores, Secretaria de Assistência Social e Poder Judiciário por essa conquista, a qual refletirá na segurança da mulher araponguense ao longo dos anos” declarou o secretário.

A Desembargadora Denise Kruger Pereira parabenizou o município pela implantação da Patrulha. “Essa é uma grande conquista para o fortalecimento da proteção à mulher, Arapongas é a quinta cidade do Estado do Paraná a contar com a implantação da Patrulha Maria da Penha, que visa oferecer um atendimento mais humanizado. Parabéns a todos os envolvidos nesse projeto até sua implantação. A luta continua, temos muito a se fazer para proteger as mulheres”, disse.

Em seu pronunciamento, o Desembargador Paulo Roberto Vasconcelos destacou o objetivo da Patrulha Maria da Penha e reforçou a parceria do judiciário e município para promover ações protetivas à mulher. “Parabéns ao prefeito e toda sua equipe pela preocupação ao próximo, pois esse projeto que vocês tanto lutaram demonstra o cuidado e amor ao próximo. A Patrulha Maria da Penha procura eliminar de vez qualquer tipo de comportamento contra a mulher e claro, conscientizar o homem. Tenho certeza que será um sucesso e transmitirá mais conforto e segurança às mulheres”, frisou o Desembargador.

De acordo com o prefeito Padre Beffa este trabalho vai trazer uma maior sensação de segurança à mulher. “Uma medida que já tem apresentado excelentes resultados em outras cidades com certeza trará muitos benefícios à população araponguense”, afirmou o prefeito.
3e3052b792e8073876cb166dbf0f04f3