Apucarana

Vereadores de Apucarana terão notebooks para uso nas sessões

tn_2d4c4d3d22_sessao-ordinaria-assessoria-1

A Câmara de Apucarana lança nesta segunda-feira (15) edital de licitação para compra de diversos equipamentos de informática. O processo licitatório prevê a aquisição de novos monitores, teclados, impressoras, mouses, CPU, scanners e outros materiais, até um valor máximo de R$ 78 mil.

A novidade no pacote licitatório é a aquisição de onze notebooks. Segundo o secretário administrativo da Câmara, Olavo César Guides Pinheiro, esses notebooks serão entregues aos vereadores para uso durante as sessões.

Os equipamentos estarão conectados no Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL) fornecido pelo Senado Federal via interlegis. O sistema está abastecido com todas as informações inerentes aos trabalhos do Legislativo. São informações sobre projetos aprovados ou em trâmite tanto do Executivo como dos vereadores, ordem do dia, requerimentos, indicações, leis sancionadas, vetos, pareceres jurídicos e das comissões, Lei Orgânica do Município e Regimento Interno, entre outros documentos.

Durante a sessão, o vereador que tiver alguma dúvida sobre determinada matéria em discussão poderá buscar de imediato, pelo notebook, as informações das quais esteja precisando.

Olavo Pinheiro explica que, com a informatização do Plenário da Câmara, não mais serão usados documentos impressos durante as sessões. “Vamos eliminar todo tipo de papel nas sessões desta Casa de Leis”, afirma o secretário administrativo. “Com isso, também estaremos contribuindo com o meio ambiente, evitando desperdício e papéis jogados no lixo, resultando numa economia financeira para o próprio Legislativo”, observa.

A modernização do Plenário da Câmara de Apucarana é uma proposta do presidente do Legislativo, Mauro Bertoli (DEM), e de alguns vereadores. Segundo ele, o Legislativo simplesmente está seguindo uma tendência que já é usual em muitas câmaras de municípios do porte de Apucarana.

Bertoli lembra que o sistema interlegis instalado em parceria com o Senado Federal ocorreu ainda em 2007, quando ele também era presidente do Legislativo. “Já passou da hora de a Câmara de Apucarana se adequar à modernidade”, afirma Bertoli, para quem com a informatização do Plenário os vereadores terão mais subsídios para discussão e votação das matérias.

De acordo com o secretário administrativo Olavo Pinheiro, os vereadores não poderão levar esses equipamentos para casa. Só podem ser utilizados no recinto do Legislativo.

Reforma
Além da modernização do Legislativo, Mauro Bertoli também determinou à secretaria administrativa que providencie uma reforma geral e pintura da Câmara. O prédio apresenta muitas infiltrações.

Olavo Pinheiro observa que é obrigação da direção da Câmara de Vereadores cuidar do patrimônio público, fazendo sua manutenção habitualmente. E é isso que Bertoli pretende fazer durante sua gestão.

Licitação
A abertura de licitação para aquisição de equipamentos de informática foi discutida em reunião na última semana entre o presidente da Câmara de Apucarana, Mauro Bertoli, o secretário administrativo Olavo Pinheiro, o coordenador de Tecnologia da Informação (TI), Ivan Lúcio Garcia, e o presidente da Comissão de Licitação, oficial legislativo Júlio César Ravazzi Santos.

Bertoli explica que há muitos equipamentos de informática que já estão muito usados e necessitando de substituição. Por isso, a mesa diretiva da Casa está tomando as providências para melhorar o sistema interno.

A licitação prevê investimentos de no máximo até R$ 78 mil, vencendo o processo o fornecedor que apresentar a melhor oferta. No caso dos notebooks, é possível que após o recesso de meados do ano, os vereadores já passam a usar esses equipamentos durante as sessões.