Apucarana

Emendas parlamentares garantem R$ 1,8 mi para saúde de Apucarana

EEmendas parlamentares garantem R$ 1,8 mi para saúde de Apucarana

Emendas parlamentares vão injetar R$ 1.722,824 na saúde pública de Apucarana. Os recursos foram assegurados por emendas parlamentes dos deputados federais Fernando Giacobo, Takayama e Edmar Arruda, e dos senadores Roberto Requião e Gleisi Hoffmann.
O anúncio da conquista dos recursos foi feito hoje (4) pelo diretor-presidente da Autarquia Municipal de Saúde (AMS), Roberto Kaneta, após a conclusão do trâmite burocrático para o município se manter como beneficiário das emendas. Este processo inclui o cadastramento no Fundo Nacional da Saúde dos projetos a serem executados com as verbas.
O vice-presidente da AMS, Emídio Bachiega detalhou a destinação dos recursos e o valor com que cada parlamentar garantiu para Apucarana. O montante de R$ 922,824 será aplicado na manutenção das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), como pagamento de folha, compra de material de consumo, combustível, entre outros aspectos que envolvem a garantia do funcionamento dos postos de saúde. “Essa somatória de recursos veio do deputado Fernando Giacobo (R$ 500 mil), do deputado federal Takayma (R$ 172,824) e do senador Roberto Requião (R$ 250 mil)”, informa Bachiega.
Já a emenda parlamentar do deputado federal Edmar Arruda, no valor de R$ 250 mil, será aplicada na ampliação do Centro de Especialidades da AMS que funciona no andar térreo antigo PAM.
O Centro Infantil, instalado num imóvel ao lado da AMS, também vai ser beneficiado. A ampliação da instalação do centro está garantida com a emenda de R$ 300 mil da senadora Gleisi Hoffmann.
Uma segunda emenda do senador Roberto Requião, no montante de R$ 250 mil, é destinada ao projeto de informatização das Unidades Básicas de Saúde. “Esses recursos é um reforço importante no orçamento da saúde no nosso município. É fruto do trabalho do prefeito Beto Preto junto aos parlamentares para viabilizar as emendas em benefício da qualidade da saúde em nossa cidade”, diz o diretor-presidente da AMS, Roberto Kaneta, lembrando que a liberação da verba está prevista para setembro ou outubro.
Para o prefeito Beto Preto essa é uma importante contribuição que o município recebe dos deputados e senadores. “Nossa gestão é republicana. Mantemos boas relações com todos os segmentos políticos, tendo como foco as demandas de Apucarana e da sua população”, assinala.