Ocorrência Policial

Mulher é suspeita de matar marido policial civil no Paraná

tn_2435f678c2_policial-morto

Polícia Civil investiga o assassinato de um policial, encontrado morto dentro da própria casa, na manhã desta segunda-feira (6), em Maringá. A esposa da vítima assumiu a autoria, no entanto, a investigação aponta que o filho do casal está envolvido no crime. Adalton Torres era policial civil há 35 anos. Ele foi assassinado com um tiro no rosto.

Segundo o delegado responsável pela investigação, Torres foi morto logo após a esposa e o filho denunciá-lo por agressão e ameaça de morte. Os dois registraram boletim de ocorrência contra o investigador no domingo (5). Ainda conforme o delegado, ao descobrir a denúncia o policial foi até a delegacia e teve de ser contido por outros policiais. A mulher e o filho foram para um hotel, no entanto, ela decidiu voltar para a casa ainda no domingo. Ela alega que foi agredida por Torres e que teria esperado ele dormir para o matar.

Segundo a polícia, a mulher apresenta vários hematomas pelo corpo e alega que sofria agressões há muitos anos. Apesar da confissão, a polícia apura indícios de que o filho teria colaborado com o crime.