Ocorrência Policial

Menina de 16 anos finge ouvir música e usa celular para gravar padrasto se masturbando ao seu lado

Menina de 16 anos finge ouvir música e usa celular para gravar padrasto se masturbando ao seu lado

Mais um caso de abuso sexual no âmbito familiar foi registrado pela Polícia Militar (PM) em Apucarana às 23h30 de segunda-feira (4). De acordo com a PM, um adolescente de 16 anos manteve contato telefônico com a Central de Operações (Copom) da corporação solicitando que uma equipe fosse até um sítio à margem da PR-444, na região do distrito da Caixa de São Pedro (zona oeste do município de Apucarana), porque ela teria sido abusada por seu padrasto.

No local a menina confidenciou aos policiais que vem sendo abusada por seu padrasto de forma recorrente desde os 15 anos. Indagada sobre por que não o denunciou antes, ela disse que tinha medo, pois sofria ameaças de morte por parte dele. Segundo ela, o padrasto falava que iria matá la e também mataria sua mãe caso alguém ficasse sabendo dos abusos.

A menor acrescentou que sua mãe é alcoólatra e seu padrasto se aproveitava do fato, dando bebida para que sua progenitora ficasse embriagada e assim não percebesse o que acontecia no interior da residência.

A menina detalhou ainda que anteontem ela estava na cama ouvindo música no celular quando o padrasto deitou ao seu lado e começou a se masturbar. Ela então fingiu continuar ouvindo música e gravou a cena com o celular. A mesma situação se repetiu ontem, quando o padrasto começou a se esfregar na vítima e começou a se masturbar novamente e tornou a ameaçá-la de morte.

Mas deste vez a PM foi chamada e ao chegar ao local deu voz de prisão ao suspeito de estupro, que foi levado à 17ª Subdivisão Policial (SDP) para os procedimentos legais.

Exame no IML
A adolescente vai ser submetida a exame de conjunção carnal nesta terça-feira (5) no Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana. A Polícia Civil de Apucarana já está com as imagens feitas pela adolescente e a mãe da menina deverá ser ouvida.