Notícias Geral

Lula atuou por Odebrecht, diz jornal

lula6

Telegramas trocados entre o Itamaraty e diplomatas brasileiros no exterior indicariam que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria intercedido em Portugal em favor da Odebrecht, segundo o jornal O Globo. Tanto o Instituto Lula quanto a empreiteira sustentam que o ex-presidente é contratado para proferir palestras e negam lobby ou tráfico de influência no caso.

Em correspondência enviada em 2014, o embaixador brasileiro em Lisboa Mario Vilalva diz que “repercutiu positivamente na mídia” a declaração de Lula de que empresas brasileiras devem se engajar na aquisição de estatais portuguesas. Segundo o jornal, teria havido menção específica à Odebrecht em conversa privada. “O ex-presidente também reforçou o interesse da Odebrecht pela EGF (Empresa Geral de Fomento) ao primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, que reagiu positivamente.”

O Instituto Lula diz que o ex-presidente só “comentou o interesse”, que já era público e que ele “não recebeu, não recebe e jamais receberá pagamento de qualquer empresa para dar consultoria, fazer lobby ou tráfico de influência”. A Odebrecht disse ter pago as despesas da viagem, dado que o ex-presidente havia sido contratado para uma palestra. A empreiteira não ofereceu proposta na privatização da EGF.

A relação entre Lula e a Odebrecht deu origem a uma investigação no Ministério Público Federal do Distrito Federal, para saber se houve tráfico de influência em projetos no exterior, incluindo os financiados pelo BNDES. Com informações do Estadão Conteúdo.