Notícias Geral

Às sextas: Feira de orgânicos do Cervin

imagem-2016-07-14-14685274144391

Entidade de Rolândia terá banca em frente ao Cantinho Longa Vida durante toda a manhã

Além de restituir a saúde (física e espiritual) de seus alunos, o Cervin (Centro de Renovação Vida Nova), de Rolândia, também oferece saúde através de produtos orgânicos para toda a população há mais de 15 anos. “São verduras e legumes produzidos em terra sem nenhum tipo de agrotóxico há mais de uma década”, explica Edson Galvan, coordenador geral do Cervin.

O Centro já vende os produtos em uma charrete às quartas-feiras na Vila Oliveira e outros bairros – na sexta era a vez da região central. “A partir desta sexta-feira, teremos um box com os produtos em frente ao Cantinho Longa Vida”, revelou o coordenador. O Cantinho Longa Vida fica na Av. Salgado Filho 238 e o atendimento da Barraca do Cervin será das 08h30 até o meio-dia.

Produtos
A barraca dos Orgânicos do Feira pode ter (dependendo da produção e época) cenoura, beterraba, alface americana, alface lisa, alface crespa, nabo, couve, rúcula, cheiro-verde etc. “Tudo sem agrotóxico, tudo saudável e natural. Faz mais de 15 anos que a terra no Cervin recebe adubo natural”, ressaltou Galvan.

Além disso, o Cervin também oferece palmito de Açaí, de produção própria. “Temos mais de 15 mil pés da árvore nas duas unidades do Cervin”, afirmou o coordenador. O café orgânico é outro produto da entidade que é bem disputado assim como a cocada. “Temos um ex-aluno que tinha uma empresa de cocada em São Paulo e ele nos ajuda. Compramos uma máquina de ralar coco e trazemos o fruto de Londrina. A cocada é muito saborosa”, prometeu Galvan.

O cultivo de produtos orgânicos faz parte das atividades práticas dos alunos do Cervin, antigamente chamadas de Laborterapia. “Essas atividades desenvolvem pontualidade, responsabilidade e relacionamento”, explica Galvan. “O ato de semear e cultivar um alimento pode ser associado com a própria vida do aluno. Ele lança a semente e a semente (Palavra de Deus) é lançada nele. O aluno observa a semente crescendo e se transformando, assim como ele próprio”, afirmou o coordenador Edson Galvan.
imagem-2016-07-14-14685274372212
Jornal de Rolândia