Arapongas

Começam as exonerações de comissionados nas prefeituras

tn_6939ddb030_arquivo-prefeituras

Boa parte das prefeituras da região deu início nesta semana ao processo de exonerações de servidores que ocupam cargos comissionados. A prática é comum no final de mandato, uma vez que os prefeitos, mesmo os reeleitos, têm que destituir os nomeados nessas funções até o dia 31 de dezembro, para que outros nomes ou os mesmos sejam novamente convocados em janeiro para trabalhar na próxima administração a critério do futuro gestor.

Além das prefeituras, também as câmaras municipais de vereadores devem adotar o mesmo procedimento. Todos os servidores nomeados pelos presidentes dos Legislativos devem deixar os cargos até 31 de dezembro. Em Apucarana, a administração municipal já está preparando o pacote de exonerações que devem ocorrer gradativamente até final do ano.

Em Apucarana, não haverá troca de mandatário do poder. O prefeito reeleito Beto Preto (PSD) vai continuar à frente da Prefeitura por mais quatro anos. Ele obteve uma vitória histórica no dia 2 de outubro, somando 60.001 votos, ou seja, 86,11% dos votos válidos.

ARAPONGAS
Em Arapongas, cerca de 50 funcionários nomeados em cargos de comissão já foram exonerados nesta semana, conforme decretos publicados na última terça-feira no órgão oficial. De acordo com a secretária de Administração, Natália Ragusa Rocha Cortez, a Prefeitura de Arapongas tinha apenas 107 servidores ocupando cargos comissionados atualmente. Outros já haviam sido exonerados na reforma administrativa promovida pela administração municipal no início deste ano. Além disso, há servidores nomeados em cargos comissionados que são efetivos e, após exonerados, vão permanecer apenas nas suas funções originais.