Apucarana

Mulheres de Apucarana aderem ao movimento mundial em prol de direitos e igualdade

parada-8-marco

Nesta quarta-feira (08/03), Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura de Apucarana, através da Secretaria da Mulher e Assuntos da Família, e o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Apucarana, convidam a sociedade a participar da parada “8M, Desafios pelos Direitos da Mulher”, uma ação mundial idealizada pela “Parada Internacional de Mulheres”, que conta com a participação de pessoas de vários países que articulam ações de combate à violência social, legal, política, moral e verbal ainda experimentada pelas mulheres.

A ideia da “Parada 8M”, segundo a organização local, é promover ações ou pequenos atos que dêem significado real ao Dia 8 de março. “Convidamos as mulheres apucaranenses e todos os que as apóiam o dia internacional a interromperem todas as suas atividades por algum tempo nesta quarta-feira. Durante a pausa, realizem uma ação especial para a “Parada *M”, registrando em fotos ou vídeos, posteriormente compartilhando nas redes sociais, mídias alternativas e enviando aos meios de comunicação”, diz Denise Canesin Moisés Machado, secretária da Mulher e Assuntos da Família de Apucarana.

A intenção é dar maior visibilidade às necessidades e aspirações da mulher, onde ainda existem casos de desigualdade, violência, racismo, exploração sexual, homofobia, etc. A organização local frisa ainda que outra meta da parada é discutir o papel da mulher na sociedade atual, mobilizando a sociedade contra o preconceito e a desvalorização da mulher.

Entre as sugestões para a “Parada 8M”, estão a colocação de pano da cor lilás nos carros, residências e empresas, panfletagens, pedidos de músicas que valorizam a mulher nas rádios da cidade, “twitaço” a partir das 12h30 com as hashtags #8M #8Mbrasil #paradabrasileirademulheres #euparo, colocação do símbolo do movimento nos perfis em redes sociais, mobilização nos locais de trabalho, doação de sangue, atividades esportivas e culturais, fóruns e debates em instituições de ensino, entre outras ações. “Além de serem postados e compartilhados, os registros deverão também ser encaminhados para o email parada8Mmulherapucarana@gmail.com para que tanto a prefeitura quanto o conselho municipal possam organizar a divulgação das ações”, orienta a secretaria Denise. Mais detalhes podem ser obtidos pelos telefones 3422-4479 e 0800-6454479.

Para saber mais – No Brasil, a “Parada 8M” conta com aspectos específicos na pauta de reivindicações. Mulheres também se reunirão contra a reforma da Previdência Social proposta pelo Governo Federal que, segundo o movimento, acaba com o direito garantido às mulheres de se aposentarem antes sem levar em consideração a dupla jornada de trabalho das mulheres. As ameaças aos direitos previdenciários das mulheres, a luta contra o desemprego, além de pautas históricas do movimento feminista, como o fim da violência de gênero e o direito ao próprio corpo também farão parte da mobilização do dia 8 de março.

O que é – A Parada Internacional de Mulheres é um movimento formado por mulheres de diferentes partes do mundo. Foi inspirado na Islândia, Polônia e na Argentina e criado nas últimas semanas de outubro de 2016 por mulheres de vários países, como resposta a atual violência social, legal, política, moral e verbal experimentada pelas mulheres atuais. O movimento aponta que as condições de vida das mulheres, especialmente das mulheres ​negras, trabalhadoras, desempregadas, imigrantes, não são as mesmas da grande maioria dos homens. Pesquisas demonstram que, em outras variantes, na grande parte das sociedades, homens ainda possuem mais direitos do que as mulheres.