Ocorrência Policial Pitangueiras

Três pessoas são presas em Pitangueiras suspeitos de formarem uma organização criminosa para fraudar licitações

Compartilhe no WhatsApp

O ex-prefeito de Astorga, no norte do Paraná, Arquimedes Ziroldo, o filho e a nora de Ziroldo e um homem apontado como laranja de uma empresa da família foram presos em uma operação deflagrada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR), nesta quinta-feira (12).

Em Pitangueiras, foram presos Daniel Ziroldo e sua mulher Luciana, que comandam um escritório de contabilidade responsável por abertura de firmas. Marcelo de Almeida, o quarto preso, seria um dos responsáveis pela uma das empresas envolvidas no esquema.Daniel ao receber os investigadores em sua casa, rasgou o documento.
No cumprimento dos mandados, o filho do ex-prefeito de Astorga, Daniel Ziroldo, destruiu documentos relacionados à investigação e, por esse motivo, deve responder pelo crime de supressão de documento, conforme o MP-PR.

A Justiça também determinou que medidas restritivas como suspensão de renovação e de novas contratações com o poder público, os investigados estão proibidos de frequentarem o escritório do Cindepar e de manterem contato entre si.
O advogado que defende Daniel Ziroldo e Luciana Ribeiros disse que as prisões foram desnecessárias, pois os fatos ocorreram em 2015.

Maurício Carneiro afirmou Luciana foi autorizada pela Justiça a responder ao processo em casa. A decisão é do fim da tarde desta quinta-feira. Ela não será monitorada por tornozeleira eletrônica.

“Se existe uma suspeita, elementos para uma ação penal, que se faça a colheita de provas, peça mandados de busca e apreensão. As prisões foram desnecessárias”, disse o advogado.

Ofertas Molicenter – até 15/12

Farmácia São Lucas

Encontro de Violeiros – Canal 38

Molipark – Reservas (43)99657-0277

Inauguração Obras Rua Pavão

Rádio Gospel Hits

Solução Informática e Tecnologia

Jornal Edição de Notícias