Arapongas

Reunião discute convênio para prestação de serviços pelos presos em obras do município

Compartilhe no WhatsApp

Nesta quarta-feira, 23, o prefeito Sérgio Onofre participou de uma reunião com representantes do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen). No encontro, foram tratados assuntos sobre a formalização de um convênio com o município para o início da mão de obra carcerária, ou seja, onde presos em regime fechado possam trabalhar em obras, tendo como contrapartida a redução de penas. “Foi uma conversa inicial, mas já há um compromisso de firmamos esse convênio. Isso já vem acontecendo em outros municípios e tem dado bons resultados”, disse Onofre.
Ele complementou ainda que a ideia é fazer com que os presos que tenham a autorização atuem em serviços de pequenos reparos, entre outras obras do município, e também na construção das casas populares. Conforme informações da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária e o Depen, cidades como Cascavel e Piraquara – na Região Metropolitana de Curitiba, já aderiram ao convênio em anos anteriores, e que o modelo de gestão prisional pretende reduzir a reincidência carcerária.
Recentemente, a Cadeia Pública de Arapongas recebeu um novo parlatório, sendo um espaço exclusivo para que os advogados possam prestar atendimento aos clientes detidos. A obra chegou a contar com a mão de obra dos presos, além do apoio financeiro da OAB, Depen-PR e cooperação da Prefeitura de Arapongas.
Participaram também da reunião o diretor do Centro de Reintegração Social de Londrina (Creslon), Reginaldo Peixoto, e representantes do Depen, além do procurador jurídico, Rafael Cita.

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Clique na Imagem p/Ampliar

Aravel

JR Martelinho de Ouro

Atom Academia

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: