Arapongas

Projeto Crescer conquista direito de usar o selo ODS

Compartilhe no WhatsApp

Projeto Crescer, de Arapongas, foi um dos selecionados no Paraná para
receber o selo Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). A terceira
edição do Prêmio Sesi ODS recebeu 361 instituições que inscreveram suas
melhores práticas para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento
Sustentável, das quais 65 foram selecionadas como finalistas. Oferecido pelo
Sistema Fiep, por meio do Sesi no Paraná, a premiação tem o objetivo de
estimular e reconhecer os melhores projetos de indústrias, empresas, poder
público, organizações da sociedade civil e instituições de ensino para a
promoção de dimensões sociais, ambientais, econômicas e institucionais que
contribuam para o alcance dos objetivos e metas da Agenda 30 para o
Desenvolvimento Sustentável no Brasil.

“Cada vez que o Projeto Crescer obtém um reconhecimento como esse selo,
disputado por tantas outras instituições, isso fortalece toda a equipe e reforça
ainda mais a convicção de que estamos no caminho certo”, afirma o
empresário Paulo Pennacchi, presidente da Casa do Bom Menino. Ele e a
esposa, Cleide, conduzem o Projeto Crescer, com a direção de Marisa
Padovezi Basana e a coordenação de Aline de Oliveira.

A assistente social Renata Soares de Freitas foi quem recebeu o selo em
Curitiba, durante o Congresso Sesi ODS, no Campus da Indústria, em
Curitiba. “À tarde, tivemos um momento para a apresentação dos projetos.
Cada instituição teve dez minutos. Nós levamos vários materiais descrevendo
as oficinas culturais e pedagógicas e os resultados alcançados pelo Projeto,
inclusive o livro de sonetos, recém-lançado, uma iniciativa bastante elogiada”,
afirma Renata. À noite foi a solenidade de entrega, um evento dos mais
concorridos, com integrantes das instituições selecionadas e representantes
de várias entidades corporativas do Paraná e de outros Estados. “O selo tem
validade por um ano e pode ser utilizado no site, nas redes sociais e em todo
o material de divulgação do Projeto Crescer, mostrando o compromisso da
entidade com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável”, acrescenta
Renata.

O Projeto Crescer atende mais de 500 crianças e adolescentes do 6º ao 9º
ano, com renda familiar inferior a três salários mínimos. Os alunos recebem
reforço escolar e participam de oficinas culturais e pedagógicas. O Projeto
atende na Casa do Bom Menino e na Unopar durante o contraturno escolar.

Molicenter Sup Ofertas 15/11

Molipark

Solução Informática e Tecnologia

Canal André Silva

Mais vídeos do canal Aqui