Geral

Paraná ultrapassa 1,4 mil trabalhadores da educação vacinados contra a Covid-19

Compartilhe no WhatsApp

Os primeiros trabalhadores da educação vacinados contra a Covid-19 como parte do processo de retomada gradativa às aulas presenciais da Rede Pública de Ensino já começam a aparecer no Vacinômetro da Secretaria de Estado da Saúde. O ranking apontava no início da tarde desta sexta-feira que 1.464 profissionais do setor, das mais diferentes funções e com menos de 60 anos, iniciaram o processo de proteção contra o vírus com a aplicação da primeira dose do imunizante da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz. As primeiras escolas estaduais reabriram as portas no Paraná no dia 10 deste mês. O grupo está sendo imunizado exclusivamente com as 32.760 doses separadas pelo Governo do Estado e que começaram a ser distribuídas para as 22 Regionais de Saúde na quarta-feira da semana passada. A eles soma-se aproximadamente outros 8 mil profissionais que já receberam ao menos uma dose da vacina por integrarem o grupo prioritário elaborado pelo Ministério da Saúde formado por pessoas com mais de 60 anos. Por determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior, todas as remessas de vacinas que chegarem ao Paraná terão um porcentual de doses separado para a educação, seguindo o modelo já usado para os profissionais de segurança. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, serão levados em consideração dois critérios nas divisões dentro do grupo de trabalhadores da educação. Além da idade, com a redução da faixa etária conforme a quantidade de vacinas, quem já retomou o trabalho presencial nas escolas passará a ter prioridade. O governador destaca que a imunização, aliada ao diagnóstico diário da circulação da doença e dos números de leitos disponíveis que vai balizar o avanço no retorno presencial de alunos e professores nas escolas do Estado.// SONORA RATINHO JUNIOR.// As mais de 32 mil doses já encaminhadas pelo Estado aos municípios correspondem a 14% dos trabalhadores da educação previstos no Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19, estimado em 223.167 pessoas. O número leva em consideração profissionais das rede pública, privada e da assistência social. Neste primeiro momento serão vacinados aqueles com idades entre 55 a 59 anos do Ensino Básico. Algumas cidades, porém, ainda não começaram a aplicar as doses, como é o caso de Curitiba. A capital começa a imunizar os trabalhadores da educação na segunda-feira. A vacinação dos profissionais da Educação acontece em paralelo ao retorno das aulas presenciais em 200 colégios estaduais, em 68 municípios. Essas instituições estão adotando o modelo híbrido de ensino, com parte dos alunos em sala de aula e parte em ensino remoto, assistindo às aulas ao vivo. Os demais colégios estaduais permanecem no ensino remoto e devem retornar às atividades presenciais gradualmente, ao longo das próximas semanas. (Repórter: Rudi Bagatini)

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Aravel

JR Martelinho de Ouro

Atom Academia

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: