Colunistas Denis Oliveira

OPORTUNIDADE Minha Casa Minha Vida: moradia para baixa renda

Compartilhe no WhatsApp

Ter uma casa própria é o grande sonho das famílias de baixa renda que pagam aluguel. O programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, oferece condições atrativas e viáveis para a realização deste anseio: menor taxa de juros do mercado, até 30 anos para pagar e subsídios de até R$ 25 mil reais.

Para receber o financiamento, no entanto, é necessário respeitar alguns critérios. Por exemplo, o imóvel não pode ter mais que 70 m² e o valor total (terreno mais construção) não pode ultrapassar R$145 mil reais. A prestação mensal não pode ser maior que 30% da renda familiar mensal, que deve estar entre R$ 1, 6 mil e R$ 5 mil por mês.

Já a contratação, pode ser feita através de entidade organizadora ou diretamente por meio de agência da Caixa Econômica Federal. Se a renda familiar mensal for menor que R$ 1,6 mil, é necessário se inscrever diretamente na prefeitura do município para iniciar o processo de seleção. Neste caso, o financiamento pode se estender por até 120 meses, com o valor de parcela sendo de 5% da renda familiar.

As parcelas podem se estender por até 30 anos dependendo da renda familiar do requerente. Apesar do tempo relativamente longo, o investimento pode ser um bom negócio para quem paga aluguel e não tem recursos próprios para investir em uma construção. Entre pagar 30 anos de aluguel ou pagar 30 anos de parcelas em uma casa própria, eu ficaria com a segunda opção.

Lembrando ainda que, como qualquer financiamento, este também pode ser quitado em momento oportuno. A principal diferença entre este programa e os demais financiamentos é a taxa de juros. Apesar dos recentes reajustes, ainda é a menor do mercado e o mutuário ainda tem a possibilidade de ser premiado com subsídios do Governo Federal.

Existe na região de Apucarana e de Arapongas grande número de casas prontas à venda que se enquadram no programa Minha Casa Minha Vida. Porém, é importante advertir que, no intuito de aumentar seus lucros, alguns construtores reduzem a qualidade do acabamento e, às vezes, até da estrutura. Construir a própria moradia permite ao proprietário participar da concepção do projeto e da escolha dos materiais. É uma oportunidade para o trabalhador morar no que é seu.

Todas as imagens desta matéria são de casas do Programa “Minha Casa Minha Vida” projetadas e executadas pelo autor do artigo.

Arquiteto Denis Oliveira

Rua Nova Ukrânia esquina com a Rua Antônio Melnick, nº. 16, Sala 2

CEP: 86.802-550

FONE: (43)4101-8545

EMAIL: denarquiteto@gmail.com

Ofertas Molicenter Até 01/09

Explosão de Milagres 09 a 15/09

8ª Feijoada Beneficente 15/09

8ª Feijoada Com Música ao Vivo

As Cores do Samba

Instituto Quarks

Rádio Gospel Hits

Marmitaria Temperos da Vovó

Solução Informática e Tecnologia

Zé da Balada