Claudio Natalino Bagnolli

O Pensamento Computacional irá mudar sua vida.

Compartilhe no WhatsApp

Quem tem mais de 30 anos, com certeza já viu um anúncio de emprego dizendo “Conhecimento obrigatório: datilografia”.

Depois, foi a época de se exigir MS-DOS. Então, Windows, Word e Excel. ERP, CRM, CAD, Corel, Photoshop, etc…

E agora chegou o momento em que não basta apenas que profissionais sejam exímios usuários de software.

Eles agora precisam entender da sua concepção, da sua lógica, da sua construção e funcionamento.

Entender, em suma, o Pensamento Computacional.

Quando esse chamado vem de nomes como Bill Gates, Mark Zuckerberg ou até mesmo Barack Obama, é sinal que está na hora de atender.

Eles defendem que as crianças aprendam os fundamentos da computação e o desenvolvimento de software desde as séries iniciais.

Com isso, o objetivo não é formar desenvolvedores de software ou cientistas da computação.

O argumento é simples: se é importante para as crianças aprenderem matemática e geografia na escola, por que não também aprender os fundamentos da computação?

E isso é válido, não só para crianças!

Todo mundo utiliza um pouquinho de lógica em seu dia a dia, especialmente nas coisas mais rotineiras, porém não necessariamente reconhece isso como pensamento estruturado.

Quem não lembra do “todo dia ela faz tudo sempre igual…” do Chico Buarque? Então, tá aí um grande exemplo da lógica presente no cotidiano.

Conhecer como funciona o computador, essa fantástica máquina de resolver problemas, é importante tanto para dominar o desenvolvimento de soluções quanto para que você possa utilizar os princípios e benefícios desse Pensamento Computacional na sua vida e também se tornar uma fantástica pessoa resolvedora de problemas.

Ao longo dos anos, a evolução na computação, tanto em hardware quanto em software, criou uma variedade enorme de soluções. Você já utiliza a maioria delas e talvez nem saiba.

Você já deve ter visto notícias sobre fábricas substituindo pessoas por robôs, bancos substituindo pessoas por máquinas, horas e horas de advogados sendo substituídas por software e até mesmo o primeiro robô-advogado sendo contratado.

O Fato é que as tecnologias seguem transformando e ressignificando os mais diversos segmentos.

Em breve a maioria das profissões será transformada por tecnologia.