Notícias Geral

Dono da Cervejaria Petrópolis seria um dos que mais financiaram Dilma

Presidente Dilma e o primeiro ministro da China, Wen Jiabao, durante assinatura de diversos atos internacionais entre os dois países.
Compartilhe no WhatsApp

A matéria da revista IstoÉ revela documentos que sinalizariam que, somente na disputa eleitoral do ano passado, foi destinado R$ 24,8 mi ao partido e aliados.

O dono da Cervejaria Petrópolis, Walter Faria, teria se tornado um dos principais financiadores das campanhas eleitorais do PT e da presidente Dilma Rousseff, após receber propina do Petrolão em uma conta na Suíça, diz matéria da edição deste fim de semana da revista IstoÉ. Documentos obtidos pela publicação sinalizariam que, somente na disputa eleitoral do ano passado, o executivo teria destinado R$ 24,8 milhões ao partido e seus aliados.

“Para a conta da então candidata Dilma foram remetidos R$ 17,5 milhões em um intervalo de cinco dias, entre 29 de setembro e 3 de outubro”, de acordo com a revista. Membros do Ministério Público Federal ouvidos pela publicação alegam que o fato de Faria não estar ligado a obras da Petrobras nem ao segmento de petróleo, indica que ele pode ter sido responsável por intermediar para as campanhas eleitorais uma fatia dos bilhões desviados da petroleira.

A Operação Lava Jato deve chegar no dono da cervejaria Petrópolis, segundo a revista, quando detalhar a propina de US$ 15 milhões paga pelo executivo da Toyo Setal, Júlio Camargo, ao esquema. A matéria da revista não cita posicionamento das pessoas mencionadas na acusação. Com informações do Estadão Conteúdo.

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Dia Internacional das Mulheres

Aravel – Clique para Ampliar

Contato – (43)99916-6212 – Simone

Depilação a Laser Crystal 3D

Atom Academia

Rádio Gospel Hits

Jornal Edição de Notícias

× Fale Conosco - Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: