Arapongas

Diretran reforça sinalização viária nos cruzamentos da linha férrea

Compartilhe no WhatsApp

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Trânsito (Sestran), por meio da Diretoria de Trânsito (Diretran) está reforçando a sinalização viária nos cruzamentos da linha férrea que cortam o perímetro urbano de Arapongas. Os serviços iniciaram na última terça-feira, 26, e devem seguir no decorrer da semana. Estão entre os trechos que já receberam o reforço: Rua Pavão cruzamento com Rua Guaratinga – em acesso à BR-369 até a Rua Alcatraz, na Vila Aparecida, nas proximidades do IBC.

O diretor de Trânsito, Major Gussi, tem acompanhado os serviços e garante que as ações visam contribuir com a diminuição dos acidentes de trânsito, que em alguns casos acontecem nas travessias da linha férrea. “ Essa foi uma solicitação da Sestran, da qual já estamos colocando em prática. Nota-se o registro de acidentes nessas travessias, por isso, é uma ferramenta a mais para buscarmos a redução dessas ocorrências, contando também com a atenção dos motoristas”, disse.

Além do reforço na sinalização, o secretário da pasta, Paulo Argati afirmou que já tem buscado contato com a empresa Rumo Logística – Companhia Ferroviária e de Logística Brasileira, para que possam traçar outras medidas eficazes para evitar tais acidentes. “ Temos percebido que, nos últimos tempos, o trem tem passado por esses trechos em velocidade maior, diferente do que se notava anteriormente. E com isso, queremos alinhar estratégicas para a segurança de todos”, reforçou.

Em novembro do ano passado, o prefeito Sérgio Onofre esteve em Brasília onde participou de reunião no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para tratar sobre a execução de obras que possam resolver os transtornos causados pela circulação de trens no perímetro urbano. O intuito foi incluir as obras reivindicadas pelo município junto ao projeto do governo federal que visa renovar as concessões da malha ferroviária Sul, ainda em 2021. No ano passado, uma comitiva veio à cidade para tratar do projeto que visa reduzir os transtornos causados pela linha férrea no perímetro urbano de Arapongas. Com a presença da sócia diretora da GEO Sistemas – empresa contratada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Andréa Lapenda de Moraes Barbosa. O primeiro encontro levantou dados para o estudo de viabilidade econômica do projeto que tende a renovar as concessões da malha ferroviária Sul. No caso de Arapongas, há pelo menos sete pontos onde o tráfego é frequentemente estrangulado pela movimentação dos trens.

“Agindo Deus, quem impedirá?” Is 43:13

Aravel

Ney Faccio 20/06

JR Martelinho de Ouro

Atom Academia

Jornal Edição de Notícias

× Anuncie no site
%d blogueiros gostam disto: